Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Se Conhecessem a Minha Irmã..." de Michelle Adams

Passatempo

Passatempo
Até 3 de Setembro

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sábado, 25 de fevereiro de 2012
Autora: Kate Pearce
Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 292
Editor: Quinta Essência
ISBN: 9789898228680

Sinopse:
Satisfação sexual...
Os dez anos como escravo sexual num bordel turco fizeram com que Lorde Valentin Sokorvsky tivesse um insaciável apetite sexual. Agora, chegou a hora de casar, mas encontrar uma mulher que consiga satisfazer os seus luxuriosos desejos representa um autêntico desafio para ele... Até que conhece Sara e tudo em que consegue pensar é em tê-la sob o seu corpo viril, suplicando-lhe que o saboreie e o acaricie.

Sedução sensual...
Sara Harrison sabe que deveria ficar escandalizada e assombrada pelos atrevidos avanços de Lorde Sokorvsky, mas, ao invés, sente-se secretamente excitada e atraída por aquele homem sensual e sedutor. Escondida atrás da sua calma e das suas maneiras requintadas, encontra- se uma mulher sensual que deseja as carícias íntimas de um homem e anseia ser educada na arte da sensualidade para dar e receber prazer e sucumbir a um louco desejo que não conhece limites.


Opinião:
O que me chamou a atenção neste livro em primeiro lugar foi sem dúvida a belíssima capa. Imensamente sensual, mas ao mesmo tempo probida. Uma capa que já vinha a adivinhar parte do que dali viria. Além disso devido a várias críticas que já tinha lido antes de ler o livro, percebi que o conteúdo do livro seria muito mais sexual do que o que eu estou habituada. O que acabou por se revelar uma grande verdade.
Sara Harrison e Lorde Valentin Sokorvsky nada têm de igual entre si. Duas personagens muitíssimo distintas em tudo tirando na sua teimosia. Ao conhecermos as personagens, a primeira coisa que nos surgem em mente é: mas como é que duas pessoas tão distintas se acabam por casar? Depois de analisar mil e uma hipóteses a única resposta possível é casamento de conveniência. Algo muito utlizável naquela altura. E embora Valentin inicialmente não estivesse prometido a Sara, há algo na sua maneira de ser e pensar que o atraiem de uma forma impossível de descrever.

Mas o que acaba por os juntar como casal, após o casamento, não é o amor normal de um casal, mas sim o amor que eles descobrem juntos na cama. Um amor que está relacionado com a exploração sexual e pela fantástica sintonia sexual que existe entre o casal da história.

Eu sabia que esta história seria muito mais sexual do que estava habituada, mas nunca pensei que fosse tanto! É uma história em que a palavra sexo reina, em que a relação do livro existe devido a sexo... É um livro que roda em torno dessa palavra. Mas que por trás tem uma história gira e que acaba por aprofundar a história do amor do livro. Devagar vamos desvendando imensas segredos enquanto que as personagens ultrapassam os seus traumas pessoas.

É um livro que até gostei, mas achei que tinha uma carga sexual demasiado elevada. Irei dar uma hipótese ao próximo livro e dependendo desse irei decidir se sigo a saga ou se apenas a irei ler se por acaso conseguir arranjar os livros.

0 devaneios :