Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"O Amor que Nos Une" de Megan Maxwell

Passatempo

Passatempo
Resultados!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012
Delmore Schwartz nasceu em 1913. Poeta e ficcionista, foi o maior expoente literário da sua geração. Em 1935 escreveu «Nos Sonhos Começam as Responsabilidades e outras histórias», obra-prima da literatura norte-americana do século XX. O prefácio desta edição é assinado por Lou Reed, seu aluno e confesso admirador.

«Nos Sonhos Começam as Responsabilidades e outras histórias» conta a história de um jovem, cujo nome nunca saberemos, que assiste à projecção de um filme mudo num velho cinema de Nova Iorque. Para seu espanto as imagens que desfilam à sua frente são as do romance dos próprios pais. Um livro que é uma ode nostálgica à cidade que nunca dorme. A mais bela, alucinatória e comovente que alguma vez terá sido escrita.
 
Delmore Schwartz nasceu em 1913, filho de emigrantes judeus. Poeta e ficcionista, foi o maior expoente literário da sua geração que, nos Estados Unidos, cresceu com a Depressão, ganhando proeminência na II Guerra Mundial.

Em Julho de 1935 Delmore escreveu «Nos Sonhos Começam as Responsabilidades», definitivamente a sua obra maior. Amores agitados e a dissipação no álcool cruzam-se com a vida de escritor e a vida académica. Encantava os seus alunos, um dos quais, Lou Reed, o louva no extraordinário prefácio que se publica. Delmore morreu na miséria, em 1966. O seu corpo esteve na morgue três dias sem que ninguém o reclamasse.

0 devaneios :