Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"A Química do Amor" de Emily Foster

Passatempo #1

Passatempo #1
Até 24 de dezembro

Passatempo #2

Passatempo #2
Até 27 de dezembro

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Autor: António Coimbra
P.V.P.: 17,00 €
Data 1ª Edição: 2010
ISBN: 978-989-636-599-8
Nº de Páginas: 112
Editora: Papiro Editora


Sobre a obra: 
Num registo profundamente pessoal e crítico, pontuado por episódios quentes e eróticos como a própria África, António Coimbra conta-nos a história de um português que, como tantos outros, construiu a sua vida em solo africano, que depressa aprendeu a amar e que, um dia, foi obrigado a deixar.

Angola, O Horizonte Perdido é uma homenagem a todos aqueles que labutavam no então ultramar português e que, de um dia para outro, descobriram que tinham sido cobardemente traídos e abandonados à sua sorte. A voz de António Coimbra é a voz de todos aqueles que, revoltados com a versão “oficial” dos acontecimentos, se querem fazer ouvir.



Sobre autor:  ANTÓNIO COIMBRA, nasceu a 14 de Fevereiro de 1951 em Molelos, uma típica aldeia da Beira Alta, hoje integrada na cidade de Tondela em pleno Vale de Besteiros.

Com apenas 11 anos começou a trabalhar numa fábrica de serração e aos 15 partiu para Angola em busca de melhores condições de vida que encontrou na cidade do Lobito, onde passou parte a sua juventude como trabalhador/estudante.

Foi funcionário do CFB e o 25 de Abril “apanhou-o” a cumprir o serviço militar obrigatório na EAMA. Regressou a Portugal a 11 de Setembro de 1975, envolvido no turbilhão da “exemplar” descolonização, fixando-se em Braga, onde reside.

0 devaneios :