Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"A Química do Amor" de Emily Foster

Passatempo #1

Passatempo #1
Até 24 de dezembro

Passatempo #2

Passatempo #2
Até 27 de dezembro

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quarta-feira, 11 de julho de 2012


Título: Miramar

Autor: Naguib Mahfouz
Tradução: Badr Hassanein
Páginas: 192
PVP: 15,90 €

Alexandria, anos 60. Pensão Miramar. O porto de abrigo de Zohra, uma jovem camponesa que aqui encontra emprego e refúgio de uma família tradicionalista e opressora. Este extraordinário romance de Naguib Mahfouz, vencedor do Prémio Nobel em 1988 e descrito pelo The New York Times como o Balzac do Egito, apresenta as vozes de seis personagens que representam visões diferentes da sociedade – e opções políticas – do Egito da época.
Miramar é o oitavo romance publicado pela Civilização e sublinha-se que os seus livros são traduzidos diretamente do árabe para o português.
Num momento em que, graças à Primavera Árabe, o Egito dá os primeiros passos rumo à democracia, este livro não podia ser mais atual. “Com Miramar, encontramo-nos nas mãos de um romancista notável que conhece profundamente os problemas complexos, e a alma complexa, do seu país”, escreve John Fowles na introdução do livro.


Naguib Mahfouz nasceu no Cairo em 1911. Modernizou a literatura árabe, sendo considerado um dos seus maiores vultos. Foi o único escritor de língua árabe a ser galardoado com o Prémio Nobel da Literatura. Publicou 34 romances, mais de 350 contos, dezenas de argumentos cinematográficos e cinco peças ao longo de uma carreira de mais de 70 anos. Viveu com a mulher e as duas filhas na sua cidade natal até falecer, em 2006.

0 devaneios :