Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Desejo Concedido" de Megan Maxwell

Passatempo

Passatempo
Até 3 de Setembro

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quinta-feira, 22 de novembro de 2012
PVP: 14,90€
280 páginas
ISBN: 978-989-74-1019-2

Memórias e emoções de um repórter de guerra

Um livro que permite recordar alguns dos marcos mais importantes da História contemporânea, sob o olhar de Paulo Camacho. São 28 anos de jornalismo, resumidas em 12 histórias sobre reportagens que fez durante os conflitos armados, invasões ou guerras em todo o mundo.
Ao serviço da BBC, Expresso e SIC, Paulo Camacho cobriu uma boa parte dos conflitos mais importantes que ocorreram no mundo desde meados da década de 80. Esteve em Bagdad no início das duas guerras do Golfo, várias vezes na guerra civil angolana, na guerra civil de Moçambique, no caos da Somália, nos confrontos da África do Sul depois da queda do apartheid, na guerra do Congo/Zaire quando o ditador Mobutu foi afastado, nos ataques israelitas ao Líbano ou na queda dos regimes do Bloco de Leste, como na Roménia e Checoslováquia.
Neste livro, partilha as suas memórias desses tempos, as emoções de quem presenciou o inferno na Terra e a forma que encontrou para se defender de experiências extremas, como assistir à morte de crianças. Dos Paulo Camacho esteve no centro dos acontecimentos, na força do relato radiofónico, no auge do jornalismo escrito e no arranque da televisão privada.
Com prefácio de Ricardo Costa e apresentação no lançamento de Pinto Balsemão.


Paulo Camacho nasceu no Funchal em 1959. Casado, tem dois filhos e um neto. Abandonou a licenciatura em Direito para começar a trabalhar em jornais, aos 20 anos. Depois de passagens por A Capital, Tempo, A Tarde, Rádio Comercial e RTP, foi contratado pela BBC. Durante os cinco anos que viveu em Londres, foi correspondente da Agência ANOP, da Rádio Renascença e do Expresso, em cujos quadros entrou no regresso a Portugal. Foi co-fundador da SIC, onde permaneceu até 2007, tendo exercido funções de coordenador de informação, editor de internacional e apresentador de telejornais. É actualmente director de comunicação da ZON Multimédia. Debaixo de Fogo é o seu primeiro livro.

0 devaneios :