Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"O Amor que Nos Une" de Megan Maxwell

Passatempo

Passatempo
Resultados!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Autor: António Coimbra
P.V.P.: 17,00 €
Data 1ª Edição: 2010
ISBN: 978-989-636-599-8
Nº de Páginas: 112
Editora: Papiro Editora


Sobre a obra: 
Num registo profundamente pessoal e crítico, pontuado por episódios quentes e eróticos como a própria África, António Coimbra conta-nos a história de um português que, como tantos outros, construiu a sua vida em solo africano, que depressa aprendeu a amar e que, um dia, foi obrigado a deixar.

Angola, O Horizonte Perdido é uma homenagem a todos aqueles que labutavam no então ultramar português e que, de um dia para outro, descobriram que tinham sido cobardemente traídos e abandonados à sua sorte. A voz de António Coimbra é a voz de todos aqueles que, revoltados com a versão “oficial” dos acontecimentos, se querem fazer ouvir.



Sobre autor:  ANTÓNIO COIMBRA, nasceu a 14 de Fevereiro de 1951 em Molelos, uma típica aldeia da Beira Alta, hoje integrada na cidade de Tondela em pleno Vale de Besteiros.

Com apenas 11 anos começou a trabalhar numa fábrica de serração e aos 15 partiu para Angola em busca de melhores condições de vida que encontrou na cidade do Lobito, onde passou parte a sua juventude como trabalhador/estudante.

Foi funcionário do CFB e o 25 de Abril “apanhou-o” a cumprir o serviço militar obrigatório na EAMA. Regressou a Portugal a 11 de Setembro de 1975, envolvido no turbilhão da “exemplar” descolonização, fixando-se em Braga, onde reside.

0 devaneios :