Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Se Conhecessem a Minha Irmã..." de Michelle Adams

Passatempo

Passatempo
Até 3 de Setembro

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012
Tradutor: Jorge Pereirinha Pires
N.º de páginas: 248
Data de lançamento: 27 de janeiro
PVP: 16,50 €

A sua escrita reveste-se de uma admirável fluidez, que faz com que acompanhemos a sua narrativa com interesse constante, da primeira à última página.” Jornal de Notícias

Dave Eggers manuseia a narrativa curta tão magnificamente – secundado pela McSweeney’s e pelos seus muitos imitadores – que conseguiu devolver ao género a grandeza que este teve no panorama literário norte-americano. Enquanto isso, e divulgando o trabalho de terceiros, Eggers tem mostrado ser um dos grandes mestres desta forma.

Como Estamos Famintos é uma seleção imperdível em que Dave Eggers revela o seu talento numa imensa variedade de registos - histórias sombrias, divertidas, ousadas e infinitamente inventivas.

Depois de O Sítio das Coisas Selvagens, Zeitoun e Conhecereis a Nossa Velocidade!, Como Estamos Famintos é o quarto livro de Dave Eggers a ser publicado pela Quetzal.

Dave Eggers nasceu em Boston, em 1970, numa família com quatro irmãos. Depois da morte dos seus pais, em 1991, mudou-se com o irmão mais novo, de quem ficou tutor legal, para a Califórnia, onde frequentou a Universidade de Berkeley.

Escritor galardoado, Eggers recebeu também várias distinções pela sua atuação junto das comunidades, nomeadamente, pelo trabalho que desenvolve em 826 Valencia - um projeto educativo sem fins lucrativos que promove as competências linguísticas e literárias de jovens dos seis aos dezoito anos – e, mais recentemente, pela denúncia do fracasso da administração americana no rescaldo do Katrina, através do seu envolvimento no caso Zeitoun e subsequente relato em livro (Quetzal, 2010). Dave Eggers é fundador da editora independente McSweeney’s e da revista homónima.

0 devaneios :