Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Se Conhecessem a Minha Irmã..." de Michelle Adams

Passatempo

Passatempo
Até 3 de Setembro

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sexta-feira, 8 de março de 2013
Autora: Sylvia Day
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 328
Editor: 5 Sentidos
ISBN: 978-989-745-004-4
Coleção: CROSSFIRE

Sinopse:
Neste tão esperado segundo livro da série Crossfire continuamos a acompanhar a escaldante relação de Eva e Gideon que iniciou em Rendida, romance bestseller do New York Times.
Gideon Cross: tão bonito e perfeito por fora como atormentado e complicado por dentro. Ele enfeitiçou-me com uma paixão que me arrebatou e me despertou os prazeres mais secretos. Eu não conseguia, nem queria, ficar longe dele. Ele era o meu vício... o meu desejo... era meu.
A minha história era tão violenta como a dele, e eu estava igualmente marcada pela vida. Nunca conseguiríamos ficar juntos porque era demasiado doloroso... exceto quando era inacreditavelmente perfeito. Nesses momentos, o desejo e o amor desesperado conduziam-nos a um estado de sublime insanidade.
Gideon e eu estávamos a ultrapassar todas as fronteiras e a nossa paixão levar-nos-ia aos limites da doce e arriscada obsessão.


Opinião:
O primeiro livro desta trilogia surpreendeu-me (opinião aqui). A escrita era boa, a história acrescentava algo novo e eu adoro os "bad boys" dos livros, o que me fez adorar o Gideon.

Eva e Gideon tentam tudo por tudo para a sua relação correr bem. Vêem-se todos os dias (não fossem obcecados um pelo outro), falam todos os dias e grande parte desse tempo junto é passado entre os lençóis, não tivessem ambos um apetite demasiado saudável um pelo outro. Finalmente as coisas parecem ter acalmado, Eva abriu o seu coração para Gideon e contou-lhe a terrível verdade sobre o seu passado, mas Gideon ainda não teve essa coragem, continuando a tentar esconder o que quer que lhe tenha acontecido quando era mais novo. O facto de odiar a família, de ter pesadelos horríveis de noite... tudo isto demonstra uma alma demasiado atormentada pelo passado, mas que ainda não se encontra preparada para revelar toda a verdade sobre o que lhe fora feito.

Quando começam a sair fotografias no jornal de Gideon a sair com a ex-noiva enquanto que Eva fica sozinha em casa sem saber onde ele está, a dúvida assalta-a de imediato e esta fica sem saber o que fazer. Por muito que no seu íntimo acredite que Gideon jamais a poderia trair, todos os factos apontam na outra direcção e a dúvida e ciúme apoderam-se dela de uma forma deveras assustadora.

Gostei muito deste livro. De tal forma que o comecei a ler às 23h e acabei-o às 3h da manhã! Porque não, não o consegui largar. Embora não vá afirmar que se trata de uma obra prima, dentro do género é um livro muitíssimo bom, com uma escrita simples e fluída que nos agarra de imediato e não nos deixa largar o livro enquanto não o lermos de uma ponta à outra. Para além da óptima escrita considerei que a história desde livro é muito melhor que a do livro anterior. Toda a história do lado mais negro de Gideon prendeu-me e fez-me querer ler mais e mais... Houve imensas partes em que eu estava a pensar "mas porque é que ele faz isto? porque é que não lhe conta a verdade?", e no final as coisas começam a fazer sentido, a interligarem-se. Finalmente percebemos o passado horrível de Gideon, percebemos o porquê de ele estar a ignorar Eva de tal modo que parecia que a estava a trair, embora ele dissesse que era para o seu próprio bem (o que acaba por se revelar em parte verdade).

Gostei de ver a mudança que ocorreu em Eva. No livro anterior era como um gatinho assustado que ao mínimo sinal de perigo enroscava-se em si mesmo e fugia de tudo o resto. Embora no final do livro anterior tenhamos percebido o porquê de tal acções, neste livro vemos como ela está a ultrapassar tudo o que lhe aconteceu, como se está a tornar mais forte e decidida e a tentar ao máximo ultrapassar os seus fantasmas passados, enquanto que luta para descobrir os de Gideon. Com uma personalidade que se começa a revelar forte, Eva tem uma mente e opinião própria e quando acha que o que Gideon faz está incorrecto não tem medo de ir contra as opiniões dele e lutar pelas suas.

Este livro para mim só tem um senão. Eu nunca li os livros desta autora na língua original (logo não sei se é da própria autora ou da tradução), mas há certas expressões nas cenas de sexo que me fazem imensa impressão. Pode ser de mim, mas são expressões demasiado cruas e que não gosto muito de ler nos livros por muito eróticos que estes sejam. Foi o único senão deste livro, não as cenas em si, mas a linguagem utilizada nelas. Mas de resto adorei!

Um livro que recomendo para todos e acreditem, se gostaram do primeiro vão adorar ainda mais este segundo!

0 devaneios :