Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"O Amor que Nos Une" de Megan Maxwell

Passatempo

Passatempo
Resultados!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

domingo, 7 de julho de 2013
Autora: Madeline Hunter
Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 288
Editor: Edições Asa
ISBN: 9789892313153

Sinopse:
Numa terra sem lei, devastada pela guerra e pelas pragas, Morvan Fitzwaryn, um cavaleiro errante, faz jus à sua honra e protege os mais fracos.
Habituado a ser o melhor, o mais forte, o mais temido, não esperava vir a conhecer um guerreiro cujas qualidades de combate rivalizassem com as suas. Quando se encontram pela primeira vez, é Morvan quem precisa desesperadamente de ajuda. De espada na mão e porte altivo, o guerreiro a quem ficará a dever a vida é, surpresa das surpresas, uma mulher!
Em pouco tempo, a imbatível Anna de Leon torna-se no único prémio digno de ser conquistado... e o único que Morvan não consegue arrebatar.


Opinião:
E é com este livro que termino a mini maratona Madeline Hunter. Após ter lido o livro "Casamento de Conveniência", que considerei um dos melhores livros da autora, este livro acabou por não me encher totalmente as medidas, embora tenha gostado dele.

No livro anterior conhecemos Morvan Fitzwaryn, irmão de Lady Christiana Fitzwaryn. Um rapaz que quer recuperar as terras dos pais, e que para isso se encontra o máximo possível ao lado do rei, para obter a sua aprovação e tentar que este interceda por ele. Mas as coisas não são fáceis quando se encontram no meio de uma batalha e numa desta é atacado por um guerreiro. Melhor dizendo, uma guerreira.

Anna de Leon é dona de algumas terras, sendo esta que as governa. Sendo mulher, acabou por se ter que proteger da melhor forma que conseguia e para isso praticamente se tornou "um dos rapazes", uma mulher guerreira que monta melhor que muitos homens, luta melhor que outros tantos e além disso consegue ter a lealdade destes.

Num dia como qualquer outro, lutando contra mais um inimigo, trava conhecimento com Morvan, um guerreiro que de imediato faz o coração de Anna bater com mais força. Por outro lado, Morvan começa a ficar deveras curioso com a maneira de ser e viver de Anna, uma senhora de título mas praticamente homem de coração.

Apesar de tudo gostei deste livro, mas continuo a achar "O Casamento de Conveniência" melhor. A maneira de agir do casal foi contra a maneira de ser deles, pelo menos contra a maneira que a autora nos queria fazer ver como eles eram. A lógica de Morvan era praticamente "ah e tal gosto do teu espírito livre! Mas quero casar contigo, retirar tudo o que te faz feliz e ser como és e ainda prender-te em casa a costurar até eu te querer de novo na minha cama". Sim, praticamente é essa a lógica dele o que achei um ponto muito fraco no livro. E Anna não faz praticamente nada contra, tirando alguns truquezinhos (truques de mulher literalmente) para o irritar.

Mas é um bom livro para relaxar e para passar uma boa tarde.

0 devaneios :