Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Prometes Amar-me?" de Monica Murphy

Passatempo

Passatempo
Até 23 de Julho

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014
Autora: Tara Sue Me
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 376
Editor: Lua de Papel
ISBN: 9789892324838

Sinopse:
Nathaniel West é quem faz as regras, e as regras são claras: nunca aceitar uma submissa inexperiente.
Mas quando o sedutor milionário conhece Abby, comete o primeiro erro: decide aceitar a jovem e disponível candidata e submetê-la a um teste, na sua casa de campo, durante todo o fim-de-semana...
Ao subestimar a nova submissa, Nat dá o segundo passo em falso. Porque ela não sabe, mas quer aprender. É ingénua, mas sabe o que quer. E quer ultrapassar todas as barreiras, todos os tabus e descobrir o coração que verdadeiramente se esconde por trás da devastadora frieza de Nat.
Começa o jogo. Perigoso, erótico, sensual. E desta vez é Nathaniel quem nos conta a história - e é ele quem deixa cair, uma após outra, as máscaras atrás das quais se protege. Sempre dilacerado por um dilema: ele quer Abby por inteiro, quer conquistá-la. Mas não sabe como, e tem de aprender, mesmo quebrando todas as regras.
Mas até que ponto ele se deixará levar pelo desejo, quando estão em causa os terríveis segredos do seu passado?


Opinião:
Este livro foi uma leitura possível graças ao clube de leitura do Segredo dos Livros, uma leitura que queria imenso fazer pois o primeiro livro, que me apontava para um livro muitíssimo erótico, acabara por se revelar um livro muito romântico e mais querido do que o que esperava. Dessa forma, sem sequer ler a sinopse decidi começar a ler este livro, por curiosidade em saber como continuava a história. Quando comecei a ler o livro percebi de imediato que este livro não era a continuação da história, mas sim a mesma história mas do ponto de vista masculino e não feminino. E devo dizer que ficou muito aquém das expectativas.

Acontece que Nathaniel é um homem lindíssimo, inteligente, rico e com uma grande pretensão para o BDSM. Um homem que escolhe a sua submissa a partir de papéis de admissão e que avalia as suas opções e limites, figura e estilo de vida a fim de decidir quem quer para a sua próxima submissa, e escolhas não lhe faltam. Mas há uma mulher que lhe chama de imediato simplesmente pelo nome. Abby é uma mulher que Nathaniel já conhecia já séculos, embora esta não saiba disso. Apaixonado por esta mulher mesmo antes de falar com ela, Nathaniel decide iniciá-la no prazer do BDSM, aceitando-a como sua submissa. Mas Nathaniel é um homem discreto, um homem que está apaixonado por ela mas tenta a todo o custo negar tal atracção. Mas quando os fim de semana não chegam e tem que começar a vê-las várias vezes por semana, finalmente compreende que tem que desenterrar o passado, pois Abby aceita-o, tal como ele é.

Muito sinceramente fiquei um pouco triste com este livro. O primeiro livro da colecção tinha um início que se centrava em sexo, mas a partir de metade começava a ficar muito mais profundo, querido e romântico. Já neste nada disso acontece. Se eu achei que o primeiro livro tinha no seu início muito sexo, neste o sexo ainda foi mais ao aberto, pois a mente de Nathaniel é muito menos romântica do que Abby, ou pelo menos o vocabulário que usa é muito menos romântico, o que faz uma grande diferença.

E a segunda parte do livro? Que quando é contada por Abby acaba por ser romântica? Neste livro acaba de novo por ser apenas mais cenas de sexo, sexo explícito. Supostamente amor que acaba por ser revelado através do sexo. Só que é o que enquanto eu acreditava que Abby e Nathaniel se amavam através do primeiro livro, neste livro acreditei que o que interessava a Nathaniel era apenas o sexo, sendo que apesar de tudo Abby conseguia demonstrar o seu carinho por ele. Mas neste livro demonstrou-se tão sonsa.

A única coisa que este livro serviu foi para revelar um pouco sobre o magnata, algo de que senti falta no primeiro livro. Mas devo dizer que essa informação adquirida não foi muito importante e não acrescentou nada de novo ao que sabia sobre este.

Um livro que acho que apenas foi escrito para vender, sendo que achei que não vale a pena pois enquanto que o final do livro anterior compensou o sexo em excesso na história, este livro descompensou totalmente essa parte boa. Uma leitura rápida, mas que não adiciona nada à história.

0 devaneios :