Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"O Amor que Nos Une" de Megan Maxwell

Passatempo

Passatempo
Resultados!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quinta-feira, 6 de março de 2014
Autora: Emma Wildes
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 280
Editor: Editorial Planeta
ISBN: 9789896574420

Sinopse:
Após quatro penosas temporadas, a cativante Vivian Lacrosse pensava que estava finalmente noiva - até que o prometido foge… com outra. Mas, no último momento, o escândalo é dissipado pela improvável proposta de Lucien. Tudo parece estar bem até ao dia do casamento, quando um cruel acto de vingança leva Lucien para longe do altar e de solo britânico. Abalada com o que aparenta ser uma traição imperdoável, Vivian jura não voltar a confiar num homem…Mas quando Lucien regressa, pretende reivindicar Vivian mais uma vez e está disposto a fazer qualquer coisa para lhe conquistar o coração - mesmo que tenha de o roubar.


Opinião:
Esta é uma autora conhecida por muitos. Amada por grande parte, para não dizer todos os seus leitores, Emma Wildes é uma grande escritora de romances históricos, onde através de personagens interessantes, engraçadas e cativantes, consegue transportar o leitor muitos anos atrás no tempo, para uma era onde as donzelas deviam ser puras e inocentes e os homens viris e ricos.

Vivian nunca tivera muito sucesso nas suas diversas temporadas. Não era uma mulher propriamente bonita, nem se inseria na categoria de donzela inocente. Era uma mulher adulta, inteligente e que conseguia arranjar inúmeros argumentos para apoiar as suas decisões, algo que naquela altura não havia muitos homens a gostar, pois fazia-os sentirem-se inferiores. Com uma grande paixão pela botânica, sendo reconhecida pelas suas interessantes descobertas, embora apenas entre um círculo restrito (deus livre as mulheres de serem inteligentes naquela época), Vivian tem finalmente um casamento marcado. Um casamento por conveniência, embora ambos os intervenientes se conheçam deste crianças, sendo os melhores amigos e companheiros. Mas por vezes isso não chega e quando Charles, o noivo, admite a Vivian que está loucamente apaixonado pela filha do vigário, esta decide ajudá-lo a fugir e a juntar-se à sua verdadeira amada.

Apenas havia um grande senão no plano. A reputação de Vivian (que por sinal já não era muito boa). Afinal de contas, uma mulher que demora quatro temporadas a arranjar noivo e depois o perde mesmo em cima do casamento para outra mulher não é propriamente algo de muito positivo. De forma a emendar o erro do seu irmão mais novo, Lucien decide ir procurar Vivian e pedir-lhe a sua mão em casamento, de forma a abafar o abandono do irmão. Mas quando um simples casamento de conveniência se acaba por tornar algo mais, os corações começam a bater mais forte que o pensamento racional, o que acaba por complicar, e muito, as coisas.

Adorei a relação de Vivian e Lucien. Lucien acaba por revelar que gostava de Vivian há anos, mas como nunca pensara que podia existir uma amizade entre um homem e uma mulher, atribuia a amizade de Vivian e do irmão mais novo a um grande amor entre ambos, daí nunca ter sequer experimentado dar o primeiro passo. Dessa forma a história de amor de Lucien já está desenvolvido quando entramos na narrativa, mas a de Vivian desenvolve-se à medida que vai conhecendo as verdadeiras facetas de Lucien e o quanto este a ama e como fará tudo por ela, embora não o admita.

O romance secundário é querido e tive imensa pena de não ser ainda mais desenvolvido. Nota-se um verdadeiro amor entre a filha do vigário e Charles, e as pequenas aparições do casal são enternecedoras, até mesmo quando a coitada da rapariga, uma pessoa simples, está imensamente nervosa por conhecer a família do agora marido.

Um livro escrito de forma fluída e que me prendeu do início ao fim. Personagens cativantes e curiosas e uma história que embora tenha o fundo "Emma Wildes", tem o seu quê de diferente, que acaba por o tornar único. Recomendo este livro e qualquer outro desta autora!

0 devaneios :