Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Prometes Amar-me?" de Monica Murphy

Passatempo

Passatempo
Até 23 de Julho

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

terça-feira, 12 de maio de 2015
Autora: J. A. Redmerski
Edição/reimpressão: 2015
Páginas: 400
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722354097

Sinopse:
Entre o Agora e o Sempre é a muito aguardada sequela de Entre o Agora e o Nunca, o romance que nos apresentou Camryn Bennett e Andrew Parrish, dois jovens em busca do lado mais ousado da vida, que se conhecem e apaixonam durante uma viagem de autocarro. Agora, alguns meses depois desse primeiro encontro, estão noivos e esperam, entusiasmados, a chegada do primeiro filho. Mas, quando nada o fazia prever, a tragédia bate-lhes à porta. J. A. Redmerski deixa-nos de novo rendidos ao fascínio desta intensa história de amor e dos seus protagonistas, pela coragem que têm em se manter fiéis a si próprios, vivendo plenamente o presente, com um espírito livre e profundamente apaixonados pela vida.


Opinião:
Tinha gostado imenso do livro anterior. Essa foi a única razão para pegar neste livro, afinal de contas achava que o final do livro anterior era um final perfeito e não necessitava de uma continuação. Mas se tinha gostado do anterior, porque não? Infelizmente devia ter deixado as coisas como estavam. Depois de ter gostado tanto do livro anterior esperava algo mais, esperava um livro que me prendesse do início ao fim e que fosse impossível parar de ler. Algo que não me custou assim tanto de fazer.

Camryn e Andrew não podiam ser mais felizes. Depois de terem arranjado forma de estar juntos e de ultrapassar diversos obstáculos, Camryn e Andrew tentam construir uma vida juntos. Noivos e com grande planos para o futuro, o seu grande objetivo para um vida juntos era começar a construir uma família. O primeiro passo é simples, ou pelo menos era o que eles pensavam até repentinamente Camryn perder o bebé, apoderando-se dela uma grande depressão. Apesar de a tentar esconder a todo o custo, aqueles em seu redor percebem que algo de estranho se passa e decidem fazer o que tinham feito há muito tempo atrás... Uma grande viagem para conhecer um novo mundo, tal como aquela em que se tinham conhecido.

Não sei bem o que pensar sobre este livro. Inicialmente estava a gostar imenso da narrativa. O início de uma vida juntos, os diversos obstáculos que é necessário ultrapassar para ter uma vida estável e manter uma boa relação. Gostei imenso de ver como a dinâmica entre Andrew e Camryn não se alterou com o casamento, aliás, apenas melhorou. Mas a partir do momento em que Camryn perde o primeiro bebé que têm juntos, um bebé para quem até nome já tinham, esta personagem muda totalmente. No livro anterior vimos o seu crescimento e como se tornara corajosa, mas neste livro parece que regredira. É verdade que era algo muito difícil para ultrapassar repentinamente, mas a solução da autora não me pareceu a mais apropriada.

Outro ponto foi que, apesar de a solução de Andrew para a recuperação de Camryn ter sido algo muito querido e bem pensado, foi algo que ficou aquém das minhas expetativas. O difícil de querer escrever coisas novas para relembrar o passado é que ou estas são melhores, ou os leitores sentem-se "enganados". E a verdade é que me senti um pouco enganada, porque a viagem não teve nem metade da emoção do primeiro livro.

Foi um livro fluído, de rápida leitura e que deu para passar um bom bocado, mas gostei mais do primeiro livro da coleção.

0 devaneios :