Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Prometes Amar-me?" de Monica Murphy

Passatempo

Passatempo
Até 23 de Julho

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sábado, 31 de dezembro de 2016
Autor: Mark Lawrence
ISBN: 9789898839664
Edição ou reimpressão: 05-2016
Editor: TopSeller
Páginas: 320

Sinopse:
Finalista do prémio Goodreads para Melhor Livro Fantástico Com apenas 9 anos, numa emboscada planeada pelo inimigo para erradicar a descendência real, o príncipe Jorg Ancrath é atirado para dentro de um espinheiro, onde fica preso, com espinhos cravados na sua carne, a ver, impotente, a mãe e o irmão mais novo a serem brutalmente assassinados.
De alma destruída, sedento de sangue e de vingança, Jorg foge da sua vida luxuosa e junta-se a um bando de criminosos e mercenários, a quem passa a chamar de irmãos. Na sua mente há apenas um pensamento, matar o Conde de Renar, o responsável pelas mortes da mãe e do irmão, pelas suas cicatrizes e pela sua alma vazia.
Ao longo de quatro anos, Jorg cresce no seio de batalhas sangrentas, amadurece em guerras impiedosas, torna-se um guerreiro cruel e vai ganhando o respeito dos seus irmãos até que se torna o seu líder. Agora, um reencontro vai levá-lo de volta ao castelo onde cresceu e ao pai que abandonou. O que vai encontrar não é o mesmo sítio idílico de que se lembra, mas o príncipe que agora retorna também não é mais a inocente criança de outrora, é o Príncipe dos Espinhos.
Finalista do prémio Goodreads para Melhor Livro Fantástico e considerado por Peter V. Brett, autor bestseller do New York Times, como a melhor leitura dos últimos anos.


Opinião:
Com uma capa de cortar a respiração, mal olhei para este livro lembrei-me de outro que adorei, em que a guerra pela coroa não tinha regras e que era cada um por si! E não, não estou apenas a falar de A Guerra dos Tronos...

Jorg Ancrath é um príncipe. Tem uma vida como poucos naquele reino se podem gabar e uma mãe e um irmão que adora. Mas o grande problema é o seu pai, um homem cruel a quem apenas interessa o poder e o respeito (ou será medo?) do povo. Quando menos espera o castelo onde Jorg, o irmão e a mãe se encontram é atacado e contra todas as probabilidades esta criança foge e refugia-se num grupo de foras da lei do pior que poderia existir. Um grupo onde se mata, pilha e destrói como passatempo favorito.

E não é que Jorg acaba por descobrir ser o melhor entre todos estes bandidos? Para além de descobrir que é capaz de ser ainda mais cruel do que muitos do bando, Jorg sabe-se um dos mais inteligentes, descortinando estratégias e planos dos seus inimigos como ninguém. Esta inteligência aliada à sua crueldade recém descoberta, acabam por permitir que Jorg se torne o chefe do bando antes de chegar aos 18 anos.

E é quando se acha capaz de destronar o seu pai, o assassino do resto da família, que Jorg reaparece das cinzas, para reaver o que acha ser seu por direito, custe o que custar.

Foi um livro diferente do que estava habituada. A narrativa tem uma velocidade louca, não temos tempo sequer para respirar e se  nos distraímos há um dado qualquer que perdemos pelo caminho. Toda a história é contada pela voz de Jorg, este é o nosso narrador. Jorg ainda é uma criança, mas todas as suas ações, pensamentos e palavras, me levavam a crer que estavamos perante alguém nos seus 30 anos. Tinha constantemente de me relembrar que estavamos perante uma personagem que nem 18 anos tinha. Esta maneira de ser da personagem demonstrava-nos a sua inteligência e como a vida difícil o tinha obrigado a crescer antes do tempo.

Jorg é uma personagem fria, que tem desde há muitos anos um objetivo na vida e está decidido a crumpri-lo. Não tem medo de passar por cima de tudo e todos para atingir esse objetivo, achando que os fins justificam os meios. O autor conseguiu criar uma personagem cruel, que faz o que quer para atingir a sua vingança. Uma personagem que nos prende pela seu retrato psicológico tão vivo e assustador.

Um livro que me deu vontade de continuar a ler a trilogia para descobrir como será o futuro de Jorg!

0 devaneios :