Quem sou eu?

A minha foto

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"A Jaula do Rei" de Victoria Aveyard

Passatempo

Passatempo
Até 11 de Novembro!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quinta-feira, 18 de outubro de 2018
Autora: Lesley Pearse
ISBN: 9789892321493
Edição ou reimpressão: 11-2012
Editor: Edições Asa
Páginas: 624

Sinopse:
Belle tem quinze anos e uma vida protegida. Graças aos cuidados da ama, ela nunca se apercebeu de que a casa onde vive é um bordel, regido com mão de ferro pela sua mãe. Porém, a verdade encontra sempre maneira de se revelar… Para Belle, será no trágico dia em que assiste ao assassinato de uma das raparigas da casa. Ingénua e indefesa, ela fica à mercê do criminoso, que a rapta e leva para Paris, onde se inicia como cortesã. Afastada do único lar que conheceu, a jovem refugia-se nas memórias de infância e acalenta o sonho de voltar aos braços do seu primeiro amor, Jimmy. 
Mas Belle já não é senhora do seu destino. Prisioneira da sua própria beleza, é alvo do desejo dos homens e da inveja das mulheres. Longe vão os anos da inocência e, quando é levada para a exótica e decadente cidade de Nova Orleães, ela acaba por apreciar o estilo de vida que o Novo Mundo tem para lhe oferecer. Mas o luxo e a voluptuosidade que a rodeiam não mitigam as saudades que sente de casa, e Belle está decidida a tomar as rédeas da sua vida. Um sonho que pode ser-lhe fatal pois há quem esteja disposto a tudo para não a perder. No seu caminho, como barreiras fatais, erguem-se um continente selvagem e um oceano impiedoso. Conseguirá o poder da memória dar-lhe forças para sobreviver a uma viagem impossível?


Opinião:
Já não lia Lesley Pearse há algum tempo e no passado mês de Setembro por uma mini conversa via comentários nos vídeos de youtube da Sandra (Mil Estrelas no Colo, visitem o youtube e o blogue dela, não se vão arrepender!), decidimos fazer leitura conjunta do segundo e terceiro livro desta trilogia. Mas eu ainda não tinha lido o primeiro, por isso assim que consegui li-o para de seguida começar essa leitura conjunta.

Belle não tem noção do mundo em que crescera. Protegida pela mãe e especialmente pela sua ama, a mulher que trata de quase tudo na casa da mãe, Belle sempre achara que as raparigas que ali se encontravam entretinham os homens com as suas conversas, distraindo-os e fazendo-os passar um bom bocado no salão, como se de um "café" se tratasse. Após uma conversa com a mãe e a ama, decide começar a limpar todos os quartos das raparigas e inesperadamente adormece num deles, quebrando assim a regra mais importante que a mãe lhe impunha... De noite estar SEMPRE trancada no seu quarto e não sair. Quando se apercebe do erro e ouve a porta do quarto a abrir, correndo para se esconder, acaba por testemunhar um assassinado, deitando por terra toda a proteção que tinha sido o seu dia a dia.

É assim que Belle descobre o que realmente é um bordel, ser prostituta, acabando por ser perseguida para a calarem e para eliminar testemunhas do crime, tornando-se naquilo que a sua mãe sempre tivera medo e de que a tentara proteger.

Eu gosto muito de Lesley Pearse. É uma autora que me consegue surpreender pela positiva e apesar de abordar sempre tópicos mais pesados, os seus livros costumam ser leves, de fácil leitura e com personagens que nos prendem. A autora centra-se sempre em personagens femininas e costuma acompanhá-las durante vários anos. Por norma essas personagens ou foram abandonadas em criança, maltratadas, ignoradas... mas são fortes o suficiente para passarem por mil provações e mesmo assim serem fortes e boas. Este é um retrato comum das personagens femininas da autora e Belle é assim mesmo. Forte, inteligente, decidida e doce apesar de tudo o que lhe acontece, luta para conseguir chegar ao seu grande objetivo final.

Apesar disso achei que Belle tinha algumas falhas de personalidade. Notou-se como inicialmente estava forte, decidida e que, apesar de assustada (quem não estaria!?), tentava manter a cabeça fria para saber como agir. Mas se inicialmente a decisão de Belle me parecia o mais lógico (dentro do possível), comecei a notar a perda de foco da personagem, que se por um lado podia ser o objetivo da autora, para mostrar como Belle tinha sido engolida pelo novo mundo em que vivia, por outro parecia que a personagem se estava a esmorecer e que os traços de personalidades que eu tanto gostava estavam a desaparecer.

Mesmo com este pequeno apontamento, foi um livro que gostei muito e que me fez "matar saudades" de uma autora que gosto imenso. Gostei muito da forma como o livro acabou, o que me deixa a pulga atrás da orelha relativamente ao que a autora agarrou para continuar a história de Belle, mas isso fica na próxima opinião, afinal já estou a ler o segundo livro da trilogia, ahahah! Recomendo!

0 devaneios :