Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Desejo Concedido" de Megan Maxwell

Passatempo

Passatempo
Resultados!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011
Autora: Danielle Trussoni
Edição/reimpressão: 2010
Páginas: 586
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722343732

Sinopse:
Desde o início dos tempos que os nefilins, a raça que descende de anjos e humanos, procura dominar a humanidade semeando o medo, provocando guerras e infiltrando-se nas mais poderosas e influentes famílias da história. Apenas a sociedade secreta de angelologistas, com os seus conhecimentos ancestrais, tem conseguido detê-los. Agora, a Irmã Evangeline do Convento de Santa Rosa, no estado de Nova Iorque, está prestes a juntar-se a eles. Mas conseguirá ela resistir ao imenso poder dos nefilins e evitar o apocalipse? Uma narrativa vigorosa, complexa e inteligente que funde elementos bíblicos, míticos e históricos e envolve o leitor da primeira à última página.


Opinião:
Estava com medo de ler este livro, tenho que ser sincera... Medo porque havia pessoas com os mesmos gostos literários que eu que não conseguiram chegar a meio do livro, achando-o meio sem graça... Mas eu pelo contrário ADOREI!!!

Evangeline é uma irmã do Convento de Santa Rosa. Devota, calma e com um magnetismo muito estranho e próprio, vive desde pequena neste convento, deste que o pai a deixou lá para sua protecção. Verlaine é um investigador contratado. Adorador de arte e de toda a história por trás desta, é contratado por Percival Grigori, um homem estranho que consegue-o atrair de uma forma perigosa e horrorizante. Percival é um Nefilim que se encontra doente e às portas da morte, à medida que as suas belas asas desaparecem, morrendo.

A fim de descobrir uma saída da morte, Percival e toda a sua família, tentam descobrir a lira, uma relíquia dada pelo anjo Gabriel ao ver os seus irmãos a sofrerem na terra quando presos por Deus devido a todos os seus pecados. Gabriel acaba por arrepender-se de tal, mas nada pode fazer. Essa lira acaba por ser a única coisa capaz de salvar os nefilins doentes que estão a morrer, recomeçando uma buscar que já tem inúmeros anos e falhanços no seu caminho.

Todo este livro é arte! Envolvendo deste as escrituras, factos históricos - chegando a referir-se à dinastia Tudor e dos Hasburgo -, e muito factos míticos, a autora junta-os a todos de uma forma inteligente, crítica e muito chamativa, criando uma história que nos surpreende, fascina e prende do início ao fim! A sua escrita é muito apelativa e é o primeiro livro de criaturas sobrenaturais que leio que se enquadra mais na categoria de policial do que propriamente do fantástico. A única coisa que me deixou meio "tristonha" foi o final. O final deixa um sabor estranho, deixando uma história que estava prestes a acabar, totalmente em aberto. Mas agora descobri que a autora está a trabalhar na sequela deste livro, por isso em vez de me sentir desiludida pelo final, estou cheia de vontade que o livrinho saia nas bancas, o que de certeza ainda vai demorar.

Não tenho mais palavras para descrever este livro, mas posso dizer que dos livros que li este mês este é de longe o melhor de todos!

3 devaneios :

Elphaba J. disse...

Hum… de facto esta é a primeira opinião positiva que leio sobre este livro e esse é o grande motivo de ainda não o ter adquirido, mas agora ganhei novo alento XD

Mas com uma continuação ainda para ser publicada acho que vou aguardar pelo segundo livro para ler tudo de rajada.

Beijinhos**

v_crazy_girl disse...

Eu também estava mesmo muito reticente em relação ao livro... Pelo que tenho visto ou se adora ou se odeia. O final é que estraga meio a coisa, mas como há continuação não há problema, pois o livro mesmo no final é que abre outro problema, um mais romântico :P

Alice disse...

eu adorei este livro. Sei que a maioria das pessoas não pensa assim mas... fazer o quê?
não me lembro de ter lido informação de que a autora estivesse a trabalhar numa sequela mas fico contente. Espero que consiga manter os elementos que mais me marcaram nesta leitura. E, já agora, ver algumas respostas a perguntas que me ficaram a pular na cabeça. :D