Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"A Derradeira Ilusão" de Diane Chamberlain

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sábado, 19 de fevereiro de 2011
Autora: Deborah Smith
Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 432
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-04540-9
Idioma: Português
 
Sinopse:
Filha de uma respeitada família de Dunderry, na Geórgia, Claire Maloney era uma menina caprichosa e mimada, mas isso não a impediu de travar amizade com Roan Sullivan, um rapaz feroz, órfão de mãe, que vivia numa caravana com o pai alcoólico. Nunca ninguém conseguiu compreender o laço que unia as duas crianças rebeldes. Mas Roan e Claire pertenciam um ao outro até à violenta tarde em que o terror tomou conta das suas vidas e Roan desapareceu.
Durante vinte anos, Claire procurou o rosto do seu amor de infância por entre a multidão. Durante vinte anos, esperou ansiosamente uma carta e sobressaltou-se a cada toque do telefone. No entanto, quando Roan surge novamente na sua vida, a alegria de Claire não é completa, pois ao contrário do que se afirma o tempo não apaga todas as feridas. Algumas permanecem ocultas, prestes a reabrir-se ao mais pequeno incidente. Que segredos do passado envenenam o presente e minam o futuro?
Pela consagrada autora de A Doçura da Chuva, um romance comovente e original que relata um amor inocente capaz de sobreviver a todas as adversidades.
 
 
Opinião:
Nunca li o romance "A Doçura da Chuva", embora tenha ouvido críticas excelentes em relação a este livro, mas uma coisa posso garantir, depois de ler "Segredos do Passado" esse livro não me irá escapar!!

Claire sempre viveu bem. Uma família estável com uma situação económica estável e pertencente à parte mais nobre da cidade. É num dos dias mais vergonhosos da sua vida, quando actua num pequeno musical da sua escola que repara num rapaz. A única pessoa em todo o público que não se está a rir dela e a fazê-la sentir-se envergonhada. Esse rapaz, de seu nome Roan, é mais velho que ela, com um ar desleixado, pobre e muito mal cheiroso, considerado parte da escumalha da cidade não por sua escolha, mas por ser filho de seu pai. Inocente e sem a noção de quem era o rapaz, Claire salva-o e dirige-lhe a palavra, deixando o rapaz confuso e a sua família e amigos sem saber o que fazer.

O tempo passa e Roan e Claire tornam-se amigos íntimos embora ninguém compreenda propriamente a sua relação. Calado mas defensor das suas próprias opiniões, Roan é olhado de lado na escola, ignorado e maltratado, não se defendendo quando sabe que nem vale a pena lutar. Claire é decidida, inocente e obstinada, adorando Roan e tudo que lhe diga respeito.

Devido a imensas influências do destino, acabam por se separar, mas anos depois reencontram-se de uma forma estranha deixando dúvidas em Claire e uma delas muito profunda... que lhe esconde Roan?

Este livro está separado em duas partes. A parte em que Roan e Claire são crianças e a parte em que estes são adultos (passado 20 anos da primeira parte). Gostei mais da primeira parte do livro que se parece um tanto ou quanto com o livro "Não Matem a Cotovia", pois a situação mostra o ponto de vista de uma criança quanto a opiniões já pré-formadas dos adultos. A personagem de Claire em criança consegue prender qualquer pessoa página após página, pois nunca sabemos o que esperar dela e mostra.se uma personagem encantadora com uma inocência imaculada. Roan é uma personagem que eu gostei mais em adulto, pois tornou-se mais confiante em si próprio do que em criança, e finalmente começou não só a defender as suas opiniões, mas também a fazer o seu máximo para mostrar como tinha razão. A primeira parte está muito mais desenvolvida do que a segunda, embora esta última faça sentido, senti o final muito repentino e um tanto ou quanto forçado, algo que com o andar do livro não esperava... esperava tal final mas de outra forma mais fluída.

Um livro que merece ser lido e cuja inocência da personagem feminina principal e a determinação da personagem masculina principal irão sem dúvida prender o leitor!

1 devaneios :

aprendacomanet disse...

Olá
Amei seu Blog. Com certeza uma obra literária fntástica.
Te segui, te levei para meu Espaço de Parceiros admiraos.
Aguardo uma visita. Te ofere com carinho meu singelo Selo de aprovação, é só copiar, levar e colar.
Com carinho Ivete