Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Prometes Amar-me?" de Monica Murphy

Passatempo

Passatempo
Até 23 de Julho

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quarta-feira, 30 de março de 2011
Autora: Maggie Stiefvater
Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 440
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722344517
Coleção: Noites Claras

Eleito um dos melhores livros do ano pela revista Publishers Weekly

Sinopse:
Sam e Grace são dois adolescentes que vivem um amor sublime e aparentemente impossível. Todos os anos, quando chega a Primavera, Sam, abandona a sua vida de lobisomem e recupera a forma humana, aproximando-se de Grace, mas sempre que regressa o Inverno, vê-se obrigado a voltar à floresta e a viver com a sua alcateia. Conseguirá o seu amor vencer os muitos obstáculos que ameaçam separá-los para sempre? Uma história cheia de aventuras e descobertas, mágica, original, que desafia a mente e enternece o coração.

Traduzido em mais de 30 países e já um bestseller internacional, Shiver- Um Amor Impossível foi considerado um dos melhores livros juvenis de 2009 por algumas publicações literárias como a revista Publishers Weekly. Maggie Stiefvater é uma jovem autora de 27 anos que nos relata a história de um amor impossível entre uma rapariga de 16 anos e um rapaz misterioso que se transforma em lobo quando o Inverno chega. E é desta luta por tentar permanecer humano que nascerá uma bela - e impossível - história de amor.
 
 
Opinião:
Grace acorda entre os lobos... Estes esfomeados olham-na, mas há um diferente, um que não a olha com um olhar pronto a devorá-la, um que a olha com carinho e preocupação com um olhar dourado belíssimo e demasiado humano.
 
Sam era normal... era normal até se tornar num lobisomem. Uma pessoa humana com sonhos, ambições e um grande futuro à sua frente. Mas tudo mudou e agora durante todo o Inverno é um lobo, apenas mudando de forma em alturas quentes, embora a parte de lobo comece a ficar de tal forma infiltrada nele que como todos os outros no seu estado as transformações começam a ser cada vez menos, estando prestes a ficar um lobo para sempre. É um dos lobos mais fortes, mesmo para a sua tenra idade, mostrando uma maturidade fora do normal. Tudo parece correr bem, Sam estava pronto a aceitar a sua transformação definitiva, mas tudo muda quando encontra uma estranha rapariga humana rodeada da matilha a que pertence, quase a ser comida. Salvando-a por instinto - pois na forma de lobo pensa como um lobo e é como se o seu lado humano não existisse -, começa a observá-la à distância todos os dias, acabando por ser detectado por esta.
 
A melhor prenda de Natal de Grace tinha era a visita do "seu" lobo. Nunca tinha gostado muito do Natal, mas desde que em todos esses dias tinha a visita do seu lobo salvador, algo mudou. Gostava de o observar, achava-o especial! E havia algo naqueles olhos dourados diferente dos outros lobos!
 
E é esta a premissa inicial desta história. Grace e Sam são duas pessoas muitíssimo diferentes, desde na forma de pensar e de ver o mundo até à "maldição" existente em Sam.  Um amor que vai contra todas as barreiras e que luta sempre para alcançar um final feliz!
 
A escrita? Simples, fluída e muito fácil de acompanhar, sendo uma leitura para uma faixa etária jovem, embora possa ser lido por qualquer pessoa, pois é a simplicidade do livro que o faz tão especial. As personagens? Diferentes e reais. Já li várias opiniões em que Sam era criticado negativamente pois tinha atitudes muito infantis para a idade dele. Sinceramente não achei! Não nos podemos esquecer que ele se transforma mais de metade do ano em lobo e que a metalidade do lobo e a humana são separadas e que em humano não se lembra do que fez em lobo e vice versa, o que prova que ele tem uma idade humana muito menor!
 
Houve uma coisinha ou outra que eu queria ver mais desenvolvida e isso é o aspecto mais negativo que tenho a apontar, mas visto que é uma trilogia, é compreensível e apenas posso esperar pelo próximo livro, embora o final deste tenha sido muitíssimo querido e gostei imenso dele!

0 devaneios :