Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"O Amor que Nos Une" de Megan Maxwell

Passatempo

Passatempo
Resultados!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sábado, 6 de agosto de 2011
Embora hoje em dia não seja tanto de reler livros, pois tenho tantos novos na estante que vou antes atacar estes, quando era mais nova relia imenso vários livros... O que reli mais vezes? O Principezinho!

Sempre achei este livro curioso e o que me levou a lê-lo inúmeras vezes foi essencialmente o facto de que cada vez que o lia descobria algo novo...

Sentia algo diferente e em cada parte da minha juventude havia uma parte que me tocava mais que outra e que eu lia com mais atenção acabando por a "descobrir" melhor que ao resto do livro. Este livrinho, recomendação da minha professora da primária, é um dos mais sofredores da minha estante, tendo sido lido tantas vezes que as marcas de tanto uso já lhe pesam, mas que me fazem sorrir ao vê-lo, lembrando-me de inúmeras situações em que decidi lê-lo e o que este livro me dizia de novo cada vez que o abria.

1 devaneios :

Maria João disse...

Pénelope na Guerra de Orianna Fallaci. Tinha 12 anos quando o li a primeira vez e não percebi nada da história, achando que tinha acabado muitissmo mal. Depois disso ainda durante a adolescência umas 2 vezes imaginado que poderia escrever um final diferente, uma vez que já percebera o porquê do seu final mas continuava a não gostar. E agora há um ano, apenas para me entretar e confirmar se continuava a achar o mesmo. Não acho o mesmo. O final tem que ser mesmo assim. Bjs. Maria João