Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"O Amor que Nos Une" de Megan Maxwell

Passatempo

Passatempo
Resultados!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

terça-feira, 6 de setembro de 2011
Título: Lugares Inesquecíveis de Portugal – Viagens com Alma
Autor: Paulo Alexandre Loução
Formato: 17x24 cm.
Nº de páginas: 448 (a cores e profusamente ilustrado com fotos, mapas e esquemas)

Adquira aqui


«Cada vez mais, há uma emergência em cada um de nós que procura estreitar laços com a Natureza, com as referências históricas, para bem compreender as nossas raízes mítico-espirituais. (...) Esta é, sem dúvida, uma “viagem”, a não perder. Uma viagem brilhantemente conduzida por Paulo Loução, e convidados, ao alcance de todos nós. Basta começar a leitura. Boa viagem pelos Lugares Inesquecíveis de Portugal!»
Pedro TojalIn Prefácio
«As paisagens naturais e culturais desta «nesga de terra debruada de mar», os seus monumentos, a poesia dos seus recantos, são um tesouro de que nem sempre sabemos usufruir. Recuperemos o sentido da aventura, quebremos com a rotina, vivamos o «não-tempo», e o Outro Portugal se acercará de nós abrindo os seus portais de beleza magna e outorgando-nos experiências inesquecíveis.»
Paulo Alexandre Loução

In Introdução

O livro inclui a oferta de um vale desconto para um fim-de-semana inesquecível.

Profusamente ilustrado com fotos

De norte a sul de Portugal, passando pelos Açores, o leitor encontra, neste livro, dezenas de propostas alternativas para vivências enriquecedoras, que abrem as portas a momentos de felicidade genuína e a um melhor conhecimento da nossa riquíssima tradição histórica, lendária e espiritual.
O livro está enriquecido com a colaboração de autores-convidados* e uma série de viagens literárias aproximam-nos das vivências íntimas de escritores com os seus lugares, como os de Florbela Espanca, Eça de Queirós, Raul Brandão e Teixeira de Pascoaes, autênticos lugares inesquecíveis.
* Severina Gonçalves, Américo Rodrigues, António Cândido Franco, Heitor Baptista Pato, José Antunes, José Carlos Fernández, José Domingues, José Manuel Anes e José Ramos.
 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

O Autor: Paulo Alexandre Loução
Historiador e Filósofo, Paulo Alexandre Loução nasceu em Lisboa, no ano de 1964. Destacou-se na área da Matemática, mas o seu interesse pelas Ciências Sociais e Humanas, levou-o a aprofundar a formação nos domínios da Filosofia Clássica, História, Simbologia e Antropologia da Religião.
Assumindo uma vocação transdisciplinar, tem publicado artigos e ensaios em diversas áreas: Ecologia, Filosofia, Hermetismo, História de Portugal e Antropologia do Imaginário, sendo também professor na Escola de Filosofia da Nova Acrópole (www.nova-acropole.pt).
Como autor tem uma dezena de obras editadas, entre as quais se destacam Os Templários na Formação de Portugal (12 edições) e Portugal – Terra de Mistérios (7 edições), ambas publicadas pela editora Ésquilo e pelo Círculo de Leitores.
Coordena com o historiador Miguel Sanches de Baêna a obra colectiva Grande Enigmas da História de Portugal.
É investigador do Instituto Internacional de Antropologia «Hermes» liderado pelo filósofo e antropólogo Fernand Schwarz.
É membro fundador da Associação Cristóvão Colon, coordenador do Círculo de Estudos de Matemática e Geometria Sagradas «Lima de Freitas» (www.circulolimadefreitas.blogspot.com) e vice-presidente da ACLP – Associação Cultural Luso-Persa. Em 2006, recebeu uma menção honrosa do prémio livro da Sociedade Histórica da Independência.
Como filósofo, tem-se interessado pela área do estudo da consciência e do estudo comparado e transdisciplinar do saber das culturas antigas face aos novos paradigmas da ciência actual. Foi nesse sentido que impulsionou o projecto que deu origem ao livro Experiências de Quase-Morte – Relatos
Verídicos, de que é co-autor, actualmente na 4ª edição.
Tem também colaborado com o CLEPUL da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa no âmbito da realização das Tertúlias Os Sentidos do(s) Esoterismo(s).
Participou no Ciclo Internacional de Conferências «Consciência e Religião» organizado pela Câmara Municipal de Barcelos e colabora com o Projecto Atégina de desenvolvimento do Turismo Cultural.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

O Projecto Eranos

Eranos, um projecto de incentivo à criação de conteúdos, actividades culturais e turísticas, radica o seu escopo mais profundo na divulgação do património natural, cultural e simbólico da Humanidade, com especial atenção para as tradições portuguesas e europeias.
Esses conteúdos podem ser ficcionados ou não, publicados em livro ou nos diversos suportes multimédia. O fundamental é o contributo para reactivar o contacto das populações com a sua Identidade profunda e promover a ligação viva do viajante com o património de cada área cultural. Viajar por novos horizontes, descobrir outros mundos, tornar fértil a dupla viagem da vida, interior e exterior, são fitos desde sempre importantes, talvez fundamentais num tempo de charneira histórica como o nosso.
Sob o signo da viagem, em direcção a novos paradigmas onde o simbólico se assume como uma ponte de conhecimento, a Eranos inspira-se nesses banquetes filosóficos, em que cada um contribui com o melhor de si próprio em prol de um ideal comum. É esse o sentido da palavra grega eranos que inspirou os famosos encontros multidisciplinares do Círculo Eranos onde, no século XX, pontificaram génios como Carl Gustav Jung, Henry Corbin, Mircea Eliade, Gilbert Durand, Pauli, Schrödinger e muitos outros.

Assim, sendo o Turismo Cultural uma área de eleição para a Eranos, foi criado, em associação com a Essentia, o projecto Atégina, uma joint-venture para a prestação de serviços diversificados na promoção do update dos territórios, instituições e recursos humanos à nova e promissora realidade de um Turismo de Vivências, baseado em produtos solidamente sustentados nas raízes identitárias dos lugares de destino.
O planeamento estratégico, a criação de conteúdos para produtos turísticos e introdução do suporte multimédia são três eixos fundamentais deste projecto.
A nosso ver, sem um conhecimento profundo da Identidade, religação desta com as suas populações, não pode haver uma plena afinidade do visitante com o lugar, ou seja, um Turismo Cultural que proporcione uma verdadeira empatia e renovação.
Outra área de eleição será um novo enfoque do empreendedorismo tendo em conta as mais recentes janelas de oportunidade, a tradição portuguesa e as realidades emergentes.

0 devaneios :