Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"O Amor que Nos Une" de Megan Maxwell

Passatempo

Passatempo
Resultados!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Género: Thriller
Tradutor: Maria Luísa Santos
Formato: 15 x 23,5 cm
N.º de páginas: 256
Data de lançamento: 5 de abril
PVP: 16,60 €


Um político acorda com uma bela mulher ao seu lado; um criminoso faz uma reunião com a sua equipa; um magnata toma o pequeno-almoço com um alto funcionário bancário. E depois três histórias nascem: uma tentativa de suicídio, um roubo e uma oferta pública de aquisição. Parecem ações isoladas, sem relação umas com as outras, até que certo jornalista do Evening Post começa a fazer perguntas e a desvendar uma conspiração bem mais ampla que envolve todos estes elementos.
Um dos mais aclamados livros de Ken Follett, cuja narrativa se desenrola ao longo de um dia num jornal vespertino de Londres e põe a nu com mestria as interligações entre o crime, a alta finança e o jornalismo.


Ken Follett nasceu em 1949 em Cardiff, no País de Gales, e licenciou-se em Filosofia no University College, em Londres.
Começou a sua carreira como jornalista no South Wales Echo e, mais tarde, no London Evening News, altura em que escreveu o seu primeiro romance. Trocou a profissão de jornalista pela de editor e continuou a escrever nos tempos livres. Foi com o seu décimo primeiro livro que se tornou um best-seller a nível mundial, e conta agora com cerca de 100 milhões de exemplares vendidos.
Vive em Londres com a mulher, a deputada Barbara Follett, e os seus dois labradores retrievers. Tem estado ligado a diversas associações para a promoção da literacia e da leitura; é membro da Welsh Academy e da Royal Society of Arts.
www.ken-follett.com


0 devaneios :