Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Desejo Concedido" de Megan Maxwell

Passatempo

Passatempo
Até 3 de Setembro

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quarta-feira, 10 de outubro de 2012
Autor: Koji Suzuki
Edição/reimpressão: 2007
Páginas: 304
Editor: HarperCollins Publishers
ISBN: 9780007240142
Idioma: Inglês

Sinopse (em português):
Este livro, que inspirou o filme de culto japonês Rasen (1998) e a versão americana de sucesso mais recente The Ring 2 (2005), lança novamente o leitor num redemoinho aterrador do mundo sobrenatural.
O vírus "Ring", que surge pela primeira vez em The Ring - O Aviso, encontra-se em mutação em Espiral. A acção centra-se em Ando, um médico-legista que poderá ter de escolher entre trair a raça humana e trazer de regresso à vida o seu filho que morreu afogado.


Sinopse:
O último livro acabou de forma inesperada. Asakawa o protagonista tirara Samara do poço e pensara que a  maldição se tinha finalmente quebrado. Isto tudo para mais tarde descobrir que embora ele tivesse sobrevivido, o seu amigo de longo tanta e companheiro não tinha tido a mesma sorte e acabara por morrer. Mas porquê? Afinal ele tinha-o ajudado a retirar o corpo de Samara do poço! É então que antes do livro anterior acabar Asakawa lembra-se de algo que lhe tinham dito... um vírus tem como objectivo propagar-se! Samara queria que a cassete fosse como um vírus. Enquanto ele tinha feito uma cópia da cassete e dado ao seu colega, agora falecido, ele não tinha feito cópia da cassete de forma alguma!

Após esta ideia, lembra-se da sua família e decide repassar a cassete e fazê-la propagar-se. Mas acaba por sofrer um acidente de viação, onde tanto a mulher como o bebé morrem, acabando ele por ser o único sobrevivente, tendo como maldição sobreviver enquanto que todos os que viram a cassete em seu redor morrem!

Enquanto estes acontecimentos se desenrolam, conhecemos o protagonista deste segundo livro, Ando, um médico legista que num dia de trabalho como qualquer outro, recebe na sua mesa de autópsias um amigo seu de longa data. Curioso com o que lhe acontecera acaba por descobrir a existência da cassete e de Samara (também conhecida como Sadako). Sendo um génio em quebrar códigos, acaba por seguir as pistas deixadas pelo seu falecido colega Ryuji e é aí que descobre a sua amante, uma rapariga simples, bonita e inteligente que estava desgostosa com a morte de Ryuji. Tendo também visto a cassete, Ando não compreendo como é que a amante do seu antigo colega continua viva se tudo aponta para que quem visse a cassete morresse passado uma semana! Começa então a investigar por conta própria e acaba por descobrir coisas que nunca pensara que pudessem ser realidade!

Mais uma vez o autor surpreendeu-me. Foi um livro que teve um ritmo mais lento que o anterior, mas mais uma vez o autor conseguiu fazer com que um livro que podia ser levado para um ambiente mais de fantasia fosse visto pelo olho de um cientista e narrado como tal, dando a toda a narrativa uma outra face e natureza. Neste livro descobrimos o porquê de Ryuji ter morrido no primeiro filme mesmo tendo salvo o corpo de Samara do poço. Mas também descobrimos como é que certas pessoas que haviam repassado o filme continuavam a morrer. Visto eu ser da área de ciência (estou neste momento a tirar a licenciatura em Bioquímica), podem imaginar o meu interesse a ler este livro, um livro virado para um ponto de vista mais científico, onde os termos vírus, gene e propagação são algo muito mais importante em toda a história do que nos parecia ser no início.

Sem dúvida um livro que embora tivesse um início mais lento que o livro anterior, me surpreendeu pela positiva!

0 devaneios :