Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Se Eu Fosse Tua" de Meredith Russo

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sábado, 27 de abril de 2013
Autor: Vasco Ricardo
Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 138
Editor: Pastelaria Studios Editora
ISBN: 9789898629050

Sinopse:
Gabriel é um político norte-americano de topo que possui uma família perfeita e uma reputação imaculada. Contudo, por detrás da sua figura exemplar, um outro homem emerge. Violento, frio e calculista, Gabriel parte em busca de algo e não parará enquanto não for bem sucedido.


Opinião:
Ouvi falar tanto mas tanto deste autor. Ainda por cima é um autor português! Imensas pessoas da blogosfera literária falam maravilhas do seu primeiro livro, e ainda mais maravilhas deste livro. Assim, graças ao BookCrossing, consegui pôr as minhas mãos neste livro, o que me deixou imensamente feliz.

Gabriel é um político de alto calibre. Uma figura importante e conhecido pelo seu excelente trabalho. Mas Gabriel esconde um segredo. O seu segredo de vingança. Gabriel quer vingar-se por todo o mal que ocorreu na sua infância, por todas as chacinas que presenciou. Quer lutar por um mundo melhor onde possa pensar para si mesmo "eu tornei este mundo mais seguro para os meus filhos e família". Sendo um homem de família, adora os filhos e a esposa, com quem tem pena de não passar mais tempo.

O porquê de não passar mais tempo com a família? Não é apenas a sua carreira diplomática que o ocupa. É  a sua carreira de assassino. Para vingar o seu passado.

Muito sinceramente fiquei surpreendida. Este pequeno livrinho está como que separado em duas partes. Os capítulos são divididos entre o presente, o que Gabriel está a fazer e como planeia a sua vingança e o passado, contado pelos olhos de uma criança, um passado onde morte, medo e ódio viviam lado a lado, uma infância cruel e triste. Gostei da personagem de Gabriel. Uma pessoa decidida e com o seu quê de violência, mas ao mesmo tempo com amor pela sua família e por todos aqueles que lhe são próximos.

A escrita é muito boa, prendendo-nos na leitura e fazendo-nos querer ler mais e mais. Além disso a maneira como o autor escreveu é muito inteligente. A partir dos capítulos divididos por diferentes pessoas o autor cria suspense e curiosidade em saber como é que estes estão interligados. Como é que a vingança e a infância retratada estão relacionados e esse foi para mim o grade trunfo do livro e sem dúvida o que me vez querer ler mais e mais.

Recomendo e vou tentar ler o outro livro do autor, pois gostei muito deste.

5 devaneios :

André Nuno disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
v_crazy_girl disse...

eu li várias críticas em que diziam que a esse nível este livro estava melhor que o anterior, mas é o que disseste, disso não tenho opinião :s
Mas considero que pelo menos os erros e gralhas é uma grande falha da editora, há diversos livros deles com esse problema.

boas leituras!! :D

Anónimo disse...

SE NÃO TEM OPINIÃO POR QUE RAZÃO DÁ OPINIÃO QUE NÃO É NENHUMA OPINIÃO?!...
NÃO ENTENDO...
LEIA E DEPOIS ,SIM, OPINE...

(as gralhas são da responsabilidade de quem faz a revisão e edita)

Fmaria Mesquita disse...

Eu li o primeiro livro do autor. A culpa das gralhas e dos erros nao sao culpa do autor. A escrita de qualquer autor perde-se sempre um pouco se a nossa leitura e' o nosso raciocinio forem interrompidos por erros e gralhas. vou comecar a ler o segundo e espero que a edicao seja melhor, sobretudo para que o autor seja recompensado pelo seu trabalho. eu tenho lido as suas cronicas on-line, e as cronicas sao muito boas e nao tem esses erros. Gostaria de um dia ver essas cronicas editadas em papel.

v_crazy_girl disse...

@Anónimo, lamento se a crítica não vai de encontro ao que quer, mas sim, eu li o livro e opinei, mas é um livro que está muito apoiado no mistério, não ia começar a contar a história até ao fim para provar que a li. Relativamente às gralhas, sim eu referi que a culpa era da editora no comentário antes do seu, e visto que a revisão e edição costuma estar a cargo da editora, acho que estou a falar bem. Todos temos direito a expressar a nossa opinião, mas tal deve ser feito sempre com boa educação.


@Por acaso não ando a seguir as cronicas ultimamente, mas eu considero a escrita do autor boa, neste pelo menos não encontrei assim muitas gralhas que me tenham feito parar o raciocínio (já li o livro "7 Véus" da mesma editora e esse sim, o raciocínio morria a meio com as gralhas). Mas como não li o anterior do autor não posso comparar muito ^^