Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Se Eu Fosse Tua" de Meredith Russo

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014
Autora: Amanda Hocking
Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 296
Editor: Edições Asa
ISBN: 9789892321097

Sinopse:
Quando Wendy fica a conhecer a terrível verdade sobre si própria - foi trocada à nascença - sente que o mundo à sua volta começa a desabar. A estranha adolescente, de negros cabelos, tenta fugir das evidências, tenta negar o facto de ser uma princesa Troll, dotada de poderes que não domina nem compreende.
Decidida a fugir, consegue escapar à vigilância de Finn, o seu belo, sombrio e inacessível guarda-costas. Mas o que a espera é talvez um destino mais terrível. Raptada pelos históricos inimigos dos trolls, ela cairá nas mãos dos Vittra. E aos poucos descobre que uma inesperada atracção por um príncipe do povo rival…
Dividida entre a lealdade e o amor, entre o dever e a paixão, Wendy sabe que terá de crescer para evitar uma guerra. Terá de aprender a dominar os seus poderes mágicos - e aceitar o seu destino. 


Opinião:
Terminei o primeiro livro desta saga com curiosidade em saber o que aconteceria a Wendy, mas com receio de não gostar do próximo livro. Embora tenha gostado do primeiro livro, achara a escrita muito infantil e embora a história fosse interessante, a escrita precisava de ser mais amadurecida. Mas foi com esta curiosidade e receio que me decidi aventurar no segundo livro da trilogia e ainda bem que o fiz.

Wendy fugiu do palácio. Não aguentava mais estar perto de Finn, sabendo que este sempre colocaria o seu trabalho em frente dela, além de estar farta que lhe dêem ordens. Quando foge, leva consigo Rhys, a criança humana com quem fora trocada, um rapaz de coração puro e que ao conhecer Matt, o seu verdadeiro irmão, muitas semelhanças são de imediato reconhecidas. Matt inicialmente pensa que a sua querida irmã endoideceu de vez. Afinal trolls? Pessoas trocadas à nascença? Magia? Mundos escondidos? Mas o ataque repentino dos Vittra leva a que todas as dúvidas que este tinha sobre o que Wendy contara desapareçam. E levam ao aparecimento de uma nova personagem, Loki, um vittra de grande linhagem, mas um vittra que esconde demasiados segredos.

Acabando por compreender a verdade sobre a sua família, Wendy decide voltar para o castelo da sua mãe, decidindo tomar o lado dos trylle, a espécie que a sua mãe governa. Mas a mãe tem outros planos para ela salvar os habitantes do seu reino. Planos que de imediato não deixam Wendy feliz, mas esta compreende ser algo necessário.

Devo dizer que este livro surpreendeu-me e muito, essencialmente pela positiva. A escrita da autora foi o grande ponto positivo deste livro. O livro anterior era muito juvenil, quase infantil o que me impediu de aproveitar totalmente a história. Mas neste nota-se um grande amadurecimento na escrita da autora. Está mais fluída, mais adulta e mesmo o desenrolar da história está diferente. Foi provavelmente um trilogia onde o melhoramento do primeiro para o segundo livro é mais notável, um ponto muito positivo para a autora. Por outro lado, a própria história toma um outro rumo. Aparecem novos personagens, Wendy descobre a verdade sobre a sua família e começamos a compreender a verdadeira natureza da sua mãe, sendo possível descobrirmos um lado mais suave desta personagem que me agradou imenso.

Uma nova personagem que adorei e que quero ver mais desenvolvimento é Loki. Loki é um vittra, um troll que pertence ao reino que está de luta contra os trylle, o reino da mãe de Wendy. Loki é quem comandou o rapto de Wendy, mas acaba por se revelar alguém muito mais sincero, querido e profundo do que inicialmente aparentava. Especialmente quando decide ajudar Wendy, uma decisão que a confunde e deixa sem saber o que pensar deste troll. Um troll poderoso e forte, mas que esconde esses poderes ao máximo.

Devo dizer que gostei muito mais deste livro do que do anterior da trilogia e visto que tenho comigo o terceiro livro da saga, vou lê-lo de imediato.

0 devaneios :