Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"O Amor que Nos Une" de Megan Maxwell

Passatempo

Passatempo
Resultados!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

domingo, 16 de fevereiro de 2014
Autora: Nicole Jordan
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 384
Editor: Quinta Essência
ISBN: 9789897261008

Sinopse:
Depois de ver a mãe consumir-se e perder tudo por um amor não correspondido, Raven jura a si mesma que só casará para recuperar a posição social da família. O único capricho que se permite é sonhar com um amante, um pirata que só existe nos seus sonhos e que a preenche de amor e paixão. Porém, quando rebenta um escândalo em torno da sua pessoa, é obrigada a aceitar a proposta de casamento do dono diabolicamente sensual do mais famoso clube de jogo de Londres. Apesar de se sentir irresistivelmente atraída pelo seu enigmático salvador, Raven lutará para resistir ao novo marido, um homem cujas carícias prometem um êxtase para além das suas fantasias mais loucas.
Para salvar a reputação de uma jovem inocente a quem o irmão estava prestes a arruinar a vida, Kell Lasseter sacrifica a sua liberdade para casar com a deslumbrante debutante. Desprezado pelo seu sangue irlandês e passado obscuro, Kell não pode negar que aquela encantadora mulher temperamental não se parece nada com as outras jovens da sociedade... nem sufocar o seu ardente desejo por ela. Dividido entre a lealdade para com o irmão e os crescentes e novos sentimentos pela sua esposa rebelde, Kell tentará libertar o coração relutante de Raven antes de poder conhecer o êxtase do verdadeiro amor.


Opinião:
Esta é uma das autoras que está na categoria de Emma Wildes, Cheryl Holt, Madeline Hunter, etc. Uma autora que mistura romance histórico com muita sensualidade e cujas personagens, embora tenham sempre os mesmos ingredientes, prendem o leitor e fazem sonhar qualquer romântico.

Raven não é propriamente da grande nobreza, antes pelo contrário. Filha de uma mulher que foi renegada pela família, acabando por falecer na total pobreza, Raven  prometeu à mãe, antes de esta morrer, que iria fazer tudo por tudo para ter um bom casamento e para obter um grande título na nobreza. Abençoada com uma grande beleza, inteligência e alegria, Raven usa essas armas para conseguir obter um bom casamento, acabando por ficar prometida ao solteiro mais cobiçado da temporada. Mas no dia do seu casamento acaba por ser raptada por um homem que afirma que esta o enganou, que haviam inclusive tido relações e que após todas as esperanças que lhe tinha dado, Raven havia-o abandonado a fim de casar com alguém com sangue quase real.

Raptada, Raven é drogada e presa numa cama, sendo impossível conseguir escapar de forma alguma. É neste cenário que Kell, o homem irmão do raptor de Raven, a encontra. Desesperado por este acto louco do irmão, Kell faz o seu melhor para esconder o escândalo e salvar o irmão. A única forma que Kell vê para ajudar Raven e tentar reparar o mal que o irmão fizera foi pedir Raven em casamento, algo que esta não recusa pois perdera toda a credibilidade com o rapto.

Este é um livro com uma escrita simples, de fácil acompanhamento e que prende o leitor do início ao fim da narrativa. Neste livro conhecemos Raven, uma personagem inocente e determinada que vê todos os seus esforços para entrar na grande nobreza deitados por terra devido a um rapto. Um rapto em que ela não tem culpa alguma do que é acusada, sendo que apenas se lembra do raptor por este a ter andado a seguir e tendo inclusive tentado atacar. Kell é um bom homem que conseguiu subir na vida devido ao seu jeito para o jogo, sendo dono do maior clube de jogo de Londres. Sendo um homem de honra, sempre prometera ajudar o irmão, pois este tivera uma infância difícil e é assim que acaba por pedir Raven em casamento, acabando por fazerem um casal interessante.

Um casal com uma dinâmica muito interessante. Um casal que não se ama de início mas que tem uma grande atracção. Uma atracção que acaba por se tornar em algo mais com o passar do tempo, sendo que acompanhamos o casal ao logo dessa transformação, vendo o seu amor crescer. Também é interessante descobrir sobre o passado do irmão de Kell, mas gostava imenso que este ponto tivesse sido mais desenvolvido e achei o final muito abrupto, como se a autora soubesse que tinha que arranjar forma a pôr um ponto final nessa parte da história e apressou-se um pouco a fazê-lo. Acho que merecia um melhor aprofundamento e um melhor final.

Um livro que é bom para relaxar e acaba por ser uma leitura leve e agradável.

3 devaneios :

Miar à chuva disse...

Estou cada vez mais viciada neste estilo de romances... não consigo parar de lê-los!
É Julia Quinn, é Nicole Jordan, é ...

Bjinhos e continuação de boas leituras
Sandra do blog http://vidasdesfolhadas.blogspot.pt/

Helena Duque disse...

Admito que sou fanática por estes romances!
Só tenho pena dos finais, normalmente, são tão vazios... :|

Beijinhos xx
www.helenaduque.com

v_crazy_girl disse...

Também sou muito viciada neste romances! Embora já saibamos sempre o final, há algo que me dá vontade de os ler :)