Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Se Conhecessem a Minha Irmã..." de Michelle Adams

Passatempo

Passatempo
Até 3 de Setembro

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quarta-feira, 26 de março de 2014
Autora: Lara Adrian
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 344
Editor: Quinta Essência
ISBN: 9789897261084

Sinopse:
No árido e gélido deserto do Alasca, a ex-agente da polícia Jenna Darrow consegue sobreviver a um acontecimento inexplicável que a fere no corpo e na alma. Contudo, a sua fuga traz-lhe um desafio ainda maior. No seu interior estão a ocorrer mudanças estranhas, e ela luta consigo própria para tentar compreender e controlar uma nova fome. Para isso, refugia-se em Boston no recinto da Ordem, uma antiga raça de guerreiros vampiros cuja própria existência está rodeada de mistério. Possivelmente, o mais misterioso de todos é Brock, um macho alfa melancólico de olhos negros e aspeto ameaçador cujas mãos têm o poder de consolar, curar... e seduzir.
Enquanto recupera com os cuidados de Brock, Jenna sente-se atraída pela missão da Ordem: fazer com que um inimigo cruel e o seu respetivo exército de assassinos pare de submeter a humanidade a um reino de terror. Apesar da determinação de ambos em lutar contra os próprios sentimentos e deixar-se levar apenas por uma atração física, Jenna e Brock ver-se-ão envolvidos num desejo muito mais selvagem do que a vida e mais forte do que a morte... Até que um segredo do passado de Brock e a mortalidade de Jenna submeterão o amor proibido que ambos sentem um pelo outro a uma última prova de fogo.


Opinião:
Lara Adrian... Adoro esta autora. Adoro a sua escrita e as personagens fantásticas e misteriosas. Adoro como a autora conseguiu de alguma forma unir os livros através de um fio de história comum, que em cada livro se vai desenvolvendo um pouco, de forma a ficarmos com ainda mais curiosidade para saber mais e mais sobre o que se irá passar e sobre o mal antigo que se está a abater sobre os humanos e todos os que pertencem à raça.

Este livro é como que uma continuação do livro anterior, sendo que a personagem principal feminina deste volume é a melhor amiga da personagem feminina do volume anterior. Eu sei que todos os livros desta saga são continuações, mas este livro está muitíssimo ligado ao anterior. Jenna era uma polícia que sempre adorara a acção, salvar os outros, fazer o melhor para a comunidade. Mas a vida atravessou-se no seu caminho, o que levou a que esta se escondesse e sempre que algum crime ocorre-se em vez de ir salvar as pessoas envolvidas, escondia-se com o coração a bater de forma a ninguém a encontrar.

Brock é um homem muito silencioso. Não gosta de estar na companhia de muitas pessoas e falar não é o seu forte. Perseguido por erros do passado, Brock tem um poder muito especial na ordem. Consegue absorver a dor de outros, um poder que utiliza imenso com Jenna enquanto esta está em recuperação, pois fora raptada pelo inimigo da ordem, que lhe andou a fazer experiências enquanto a torturava. Duas pessoas muito diferentes com passados que os perseguem.

A receita desta autora acaba sempre por ser muito parecida. Um homem atormentado pelo passado que embora se demonstre forte sente-se infeliz sentimentalmente. Uma mulher forte que tem algo a ultrapassar. Mas neste livro a autora tem um novo ingrediente, visto a mulher não ser uma companheira da raça - as mulheres com quem os nossos personagens masculinos criam sempre romances. É uma humana normalíssima que teve o azar de estar no meio de uma guerra sem igual. Uma humana que foi torturada e cujo DNA está a mudar lentamente. A sua ligação com Brock acaba por ser muitíssimo querida, especialmente porque visto esta ser humana, Brock não pode ter com ela o laço inquebrável de sangue que os seus amigos e colegas têm e dessa forma não sabe quando Jenna está em perigo e os seus sentimentos, algo que no decorrer da acção nota-se que acaba por atingir e muito Brock.

Um livro que gostei imenso e que o ingrediente especial da mudança no DNA de Jenna torna muito especial, aumentando-me a curiosidade para saber o que irá acontecer a Jenna no decorrer da saga, pois esta começara a desenvolver uma força extrema e um certo gosto por sangue. De certa forma, na minha opinião, tornou-se como Brock e os seus parceiros, mas em forma feminina.

Um livro que recomendo!

0 devaneios :