Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"A Derradeira Ilusão" de Diane Chamberlain

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sexta-feira, 28 de março de 2014
Autora: Irene Cao
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 304
Editor: Suma de Letras
ISBN: 9789896722081

Sinopse:
Se fosse possível capturar o prazer, Elena fá-lo-ia com os olhos. Com vinte e nove anos, de uma beleza inocente mas vistosa, ainda não sabe o que é a paixão. O seu mundo gira à roda do fresco que está a restaurar num palácio em Veneza, a cidade em que nasceu. Mas tudo muda quando conhece Leonardo, um chef de fama internacional, que irrompe na sua vida, arrasando tudo: a recente história de amor com Filippo, a ideia que sempre teve de si própria e, principalmente, a sua forma de viver o sexo.
Porque Leonardo, inquilino inesperado do elegante palácio em que Elena trabalha, chegou para lhe abrir as portas de um paraíso inexplorado cujas chaves só ele possui. Mestre na arte de dar prazer através das suas criações culinárias, Leonardo sabe que o prazer é uma conquista de todos os sentidos. E promete levar Elena para lá dos seus limites, até ao doce e perigoso abismo da obsessão. Mas sob uma condição: Elena nunca poderá apaixonar-se por ele. Elena não tem alternativa senão aceitar e deixar-se seduzir por aquele homem de passado obscuro, que parece fugir do seu desejo de o amarrar…


Opinião:
Recebi este livro em casa como prenda da editora, uma leitura que devo dizer que até fiquei curiosa, mas que me deixou um pouco receosa. Afinal de contas este livro prometia muito sexo, demasiadas descrições. Um género literário que me fartei durante o último ano, sendo um tipo de livro que agora se ler um por mês já é o suficiente, andando a afastar-me o mais possível deste género literário. Mas devo dizer que fiquei admirada com a história que encontrei nele, especialmente porque há um crescer de sentimentos entre as personagens neste livro e não apenas um aceitamento mútuo e constantes cenas de sexo.

Elena adora restauração de grandes obras de arte. Admira os artista que há centenas de anos atrás criaram obras que nos tempos de hoje fazem muitas pessoas sonhar, sendo ela uma dessas pessoas. É alguém sonhador, que se encontra perante o grande primeiro trabalho da sua carreira, um trabalho que ocupa o seu pensamento em todos os momentos do dia e onde quer fazer o seu melhor, de forma a ser possível obter outros trabalhos do género e a ser reconhecida dentro da sua área de trabalho. Não é uma pessoa de festas e gosta de trabalhar sossegada, sem barulho nenhum e sem ninguém em seu redor. A sorte foi que a obra de arte que estava a recuperar encontrava-se num local desabitado no momento, o que lhe permitiu esse sossego que tanto queria. Mas tudo muda quando o chefe que lhe atribuíra a obra de arte diz que irá à cidade um dos maiores chefes culinários do mundo (o chefe dela possuía um enorme monopólio de restaurantes) e que esse chefe de culinária irá dormir na casa onde se encontra a obra que ela está a restaurar.

Leonardo é um homem muitíssimo charmoso. Belo e muitíssimo sensual, é alguém com um dom sobrenatural para a culinária, conseguindo com que os sabores que parecem mais comuns se tornem numa experiência de outro mundo. De imediato toma um estranho interesse por Elena, com quem decide partilhar o seu dom culinário, demonstrando-lhe que existem inúmeros sentidos que ela ainda não explorara e que precisava de abrir a mente e o coração para o fazer.

Muito sinceramente fiquei deveras admirada com este livro. Claro que continua a pertencer ao género erótico, mas é um género erótico com história, algo que começou a faltar em muito livros do género e que foi a razão para eu os parar de ler. Neste livro temos duas personagens muito diferentes. Elena, a rapariga sonhadora e muito certinha, que adora o seu trabalho mas que não conhece mais nada fora disso. Leonardo, um homem sensual e que não tem medo desta sua sensualidade e que desde imediato desenvolve um interesse pela tímida Elena. São duas personagens que desde o início começamos a ver que têm um fogo entre si e uma química bem palpável. Duas personagens que inicialmente não conseguem estar juntas mas que acabam por desenvolver uma relação que se apoia em amizade e confiança.

As descrições sexuais neste livro não são muitas, mas quando são, são bem fortes. Mas muitíssimo bem escritas. Gostei como a autora as relacionou imenso com os 5 sentidos, especialmente o paladar, não sendo o personagem masculino nada mais nada menos do que um famoso cozinheiro. Foram cenas bem escritas e que ocorreram no momento ideal, não sendo exageradas nem nada do género. Gostei mais deste livro do que esperava e recomendo a todos que gostam deste género literário. Uma trilogia que tenho curiosidade em continuar a ler.

0 devaneios :