Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"A Derradeira Ilusão" de Diane Chamberlain

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quinta-feira, 10 de abril de 2014
Autora: Lauren Weisberger
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 352
ISBN: 9789722352512

Sinopse:
Eis a muito aguardada sequela do divertidíssimo bestseller O Diabo Veste Prada. Estão de volta o glamour e o humor e está de volta também, mais malévola que nunca e cheia de sede de vingança, a diabólica Miranda Priestly. Passaram dez anos desde que Andrea Sachs deixou de trabalhar para Miranda e a sua vida não podia correr melhor. Está noiva de Max Harrison, herdeiro de um império de publicações, e dirige a sua própria revista, The Plunge. Mas, inesperadamente, Miranda volta a entrar na sua vida, com uma proposta milionária para comprar The Plunge. Estará Andrea, depois de ter reconquistado uma nova vida, prestes a cair mais uma vez nas garras do diabo que veste Prada? Afinal, a vingança serve-se fria e… nunca sai de moda.


Opinião:
Quem é que não se lembra do divertidíssimo livro "O Diabo Veste Prada"? Um livro que na altura em que saiu se tornou de tal forma popular que deu origem ao filme homónimo com actores muitíssimo conhecidos do público. Um livro que cativou pessoas de diversas faixas etárias (aliás, em minha casa na altura li-o eu, a minha mãe e a minha irmã mais nova) e que deixou todos a querer saber o que aconteceu a Andrea Sachs, a "criada" de Miranda Priestly, quando esta farta do abuso da chefe se despediu de uma forma deveras original. E é isso que iremos descobrir neste novo livro.

Já se passaram dez anos desde que Andrea Sachs está por sua conta. A sua vida desde o livro "O Diabo Veste Prada" está totalmente diferente. Namorado diferente, casa diferente, trabalho diferente... Até os amigos são os mais improváveis! Andrea agora é dona da sua própria revista. Uma revista cujo conceito se prende em casamentos mas vistos de um ponto mais glamouroso e contado desde as preparações do casamento até a como os noivos se conheceram pela primeira vez. Este é um projecto com apenas dois anos, mas que em poucos meses começou a dar mais lucro do que Andrea e a sua sócia esperavam. Sim, Andrea não entrou neste projecto sozinha, teve a ajuda nada mais nada menos do que uma das suas arqui-inimigas do tempo em que trabalhava com Miranda.

A sua vida amorosa também não podia ir de mais vento em popa. O seu casamento está prestes a ser celebrado e o marido é um homem lindíssimo e querido, respeitado no trabalho e com um poderoso nome de família. Uma vida fantástica que está prestes a alterar-se quando o diabo decide voltar e com uma poderosa vingança em curso.

Como já referi, queria imenso saber mais sobre o que acontecera a Andrea. Foi uma personagem com quem criei imediata empatia no primeiro livro. Adorei a velocidade da cidade, o facto de estar constantemente a fazer o que a chefe lhe mandava mas sempre com planos para se vingar do inferno por que estava a passar... Foi um livro que demonstrou o que acontece quando o trabalha toma conta da nossa vida, mas contado de uma forma irónica e divertida. Esse tom de ironia e diversão continua neste livro. Por muito má que a situação seja, podemos sempre contar com o pensamento irónico e divertido de Andrea, não fosse o livro ser contado do ponto de vista desta. Neste livro vemos como a sua vida deu uma volta de 180º e isso inclui a própria maneira de ser de Andrea. A sua confiança conquistada no primeiro livro volta a desaparecer durante praticamente todo o livro, mas desta vez as razões são muitíssimo diferentes. Mas o desaparecer desta confiança é o que torna o livro tão divertido e é o que cria as situações perigosas e estranhas com que a autora já nos habituou.

Admito que achei o final tão, mas tão estranho... Foi muito apressado, como tudo se finalizou e as decisões finais de Andrea foi o mais estranho de tudo. Mas de qualquer forma não sei que outro final daria e achei que este foi sem dúvida o mais realista que a autora arranjou e uma boa forma de Andrea recuperar a confiança recém perdida que ganhara no livro antecedente a este.

Um livro com um tom divertido tal como a autora já nos habituara, em que revemos personagens que nos encantaram no primeiro livro e onde descobrimos o que aconteceu a essas personagens. Uma leitura relaxante e excelente para passar um bom bocado.

0 devaneios :