Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"A Derradeira Ilusão" de Diane Chamberlain

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sexta-feira, 16 de maio de 2014
Autor: Donato Carrisi
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 424
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-04663-5

Sinopse:
Procuro-os por todo o lado. Procuro-os sempre.
Todos nós já sentimos, em algum momento, o desejo de desaparecer. De deixar tudo para trás. Para alguns, isso transforma-se numa obsessão que os consome e engole, até que acabam por desaparecer na escuridão. Todos se esquecem deles. Todos, menos Mila Vasquez, investigadora do Gabinete das Pessoas Desaparecidas.
Sem que ninguém o conseguisse prever, indivíduos que se esfumaram no vazio há vários anos regressam com intenções obscuras. Uma série de crimes, sem relação aparente entre si, traz consigo uma descoberta surpreendente: os seus autores são pessoas que se pensava desaparecidas para sempre. Onde estiveram durante tanto tempo? E porque regressaram? Qual o plano maléfico a que obedecem?
Mila percebe que para travar este exército das trevas não lhe bastam os indícios. Tem de dar à escuridão uma forma, um sentido, precisa de formular uma hipótese sólida, convincente, racional…


Opinião:
Já tinha lido um livro deste autor, por isso quando soube que saira um novo livro dele, não resisti a pegar-lhe e a lê-lo de imediato.

Mila Vasquez trabalha no Limbo. Um departamento da polícia que trata de casos difíceis, de pessoas que não estão mortas, mas também não estão vivas, pessoas cuja identidade é desconhecida e que ninguém procura. Ora por serem pessoas que desapareceram por vontade própria, ou pessoas que não têm sítio a que chamar casa nem ninguém a quem chamar família/amigos. Mas ela nem sempre trabalhara naquele departamento. Fora uma das grandes estrelas num grande caso há uns anos atrás. Caso esse que a puxara ainda mais para dentro das sombras e que a levara a abandonar os casos mais difíceis, decidindo-se pelo Limbo, onde não havia ligação pessoal com as pessoas desaparecidas, sendo estas apenas casos.

Mas quando um estranho conjunto de assassínios começa a ocorrer, os chefes de Departamento procuram Mila, pois sabem que esta seria uma grande mais valia para o caso, pois por muito afastada esteja destes casos, continua a ter um excelente sexto sentido que todos os colegas sabem valorizar. Mas tem também uma maneira muito própria de ver as coisas e de tratar dos diversos casos que lhe passam pelas mãos, mesmo que isso a leve a ser olhada de lado pelos colegas de departamento.

Mais uma vez Carrisi conseguiu prender-me do início ao fim do livro. A escrita do autor é absolutamente fantástica, sendo obscura e directa. Além disso adoro a forma que o autor tem de escrever em pequenos capítulos, pois estes prendem-me a atenção e acabam por não ser muito exaustivos. As personagens deste também são fantásticas. São muito profundas e têm sempre diversos problemas passados que o autor só começa a desvendar no final do livro.

Mila é alguém que se nota deste o início que sofrera imensamente no passado, mas o autor esconde bem a razão dessa ferida. Essa é aprofundada pelo novo caso em que se encontra e pelas personagens secundárias, especialmente por Simon Berish, um polícia rejeitado que aceita bem essa rejeição, pois embora não a mereça pelo que os seus colegas pensam, ele sabe que a merece por não ter estado no sítio certo na altura certa.

O criminoso neste livro também é muito curioso. Na realidade acabamos por ter imensos assassinos diferentes que estão interligados uns aos outros por quem manda neles e por serem pessoas que já estavam desaparecidas há diversos anos, sendo que já todos os julgavam mortos, o que como podem calcular é extremamente emocionante para o leitor, enquanto tentamos juntar todas as peças do puzzle.

Um autor excelente, com uma escrita absoluta viciante e com personagens ainda mais viciantes! Aconselho a todos, quer tenham ou não lido algo do autor.

0 devaneios :