Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"A Derradeira Ilusão" de Diane Chamberlain

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sexta-feira, 27 de junho de 2014
Autores: Krickitt Carpenter e Kim Carpenter
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 160
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722351393

Sinopse:
Kim e Krickitt conheceram-se por mero acaso, através de um contacto telefónico, em setembro de 1992. Em abril de 1993, encontraram-se pela primeira vez e sentiram que era como se sempre se tivessem conhecido. Entre as muitas afinidades que os aproximavam contava-se uma fé religiosa profunda. A 18 de setembro de 1993, uniam os seus destinos na Scottsdale Bible Church, em Phoenix, no Arizona. Mas a vida é cheia de surpresas e, menos de dez semanas mais tarde, um brutal acidente rodoviário iria pôr à prova o amor do jovem casal e a coerência dos votos que tinham proferido. Contudo, Krickitt perdera definitivamente a memória do tempo anterior ao casamento e nem sequer reconhecia aquele homem que dizia ser seu marido. Este livro é o relato de uma história verídica, que comoveu toda a América e inspirou um filme.


Opinião:
Admito... a curiosidade que eu tive por este livro não foi devido à sua capa nem à sinopse. Foi devido ao trailer do filme inspirado no livro que vi e que achei demasiado querido. Na altura nem sabia que o livro existia em português, mas quando soube tive que o ler! O trailer prometia um livro enternecedor e estava-me imenso a apetecer ler algo desse género.

Kim era treinador de futebol na escola onde trabalhava e queria que esta melhorasse a sua qualidade tanto a nível de jogadores como a nível de equipamento. Com este objetivo, contactou uma loja de desporto onde é atendido por uma mulher que tem um sorriso na voz e que está sempre pronta a ajudá-lo no que este necessita. Não conseguindo parar de pensar naquela voz nos dias seguintes, Kim arranja mil e uma desculpas para ligar constantemente para a loja de desporto à procura da dona daquela voz, de seu nome Krickitt.

Mas as chamadas de trabalho acabam por mudar e tornam-se chamadas mais pessoais, em que gostos e opiniões eram discutidos, acabando as personagens por trocarem os seus números pessoais de forma a poderem falar sempre que queriam. Numa altura em que os telemóveis não existiam e o custo das chamadas era algo absurdo, nem isso os impediu de se falarem diariamente. Até que decidiram conhecer-se e perceberam que estavam apaixonados um pelo outro. Após o seu casamento, nem um mês se havia passado e Krickitt teve um horrível acidente de carro, que a fizera perder toda a memória a curto prazo, o que incluía o marido.

Esta é um história mesmo querida e apaixonante. Pelo que li no livro houve vários pormenores que foram adicionados ou alterados no filme, pelo menos é isso que afirma o autor do livro, a personagem masculina da história, não fosse este livro não bem uma história mas um relato real da luta de Kim para reconquistar o amor da mulher da sua vida que o havia esquecido, para além de que a zona afetada do cérebro de Krickitt também a fazia ter constantes mudanças de humor, sendo que num momento era a pessoa mais querida à face da terra e no outro parecia que queria bater em alguém, nomeadamente em Kim.

A única coisa que me fez confusão no livro foram as constantes referências a Deus. Mas essa é aquela coisa que de certeza que é por eu não ser religiosa, pois há pessoas que vão buscar apoio Nele e força, o que é possível de observar através da narrativa deste romance, pois sempre que Kim se encontrava mais em baixo e deprimido, rezava para ganhar força para continuar.

Acabou por ser uma história fofinha e querida sem grandes floreados, contada como que um relato pela voz de Kim, sendo dessa forma possível sentir o que ele sentiu enquanto passava por esta provação. Um livro ternurento que aconselho aos mais românticos.

0 devaneios :