Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Prometes Amar-me?" de Monica Murphy

Passatempo

Passatempo
Até 23 de Julho

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quinta-feira, 14 de agosto de 2014
Autora: Emma Chase
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 256
Editor: TopSeller
ISBN: 9789898626530

Sinopse:
Ele é rico, incrivelmente atraente e arrogante. Ela é fantástica, lindíssima e ambiciosa. Irão chocar um com o outro ou acabar envolvidos?
Drew Evans trabalha diariamente em negócios de milhões e seduz todas as mulheres de Nova Iorque com um único sorriso. Se a vida lhe corre tão bem, então porque é que está fechado em casa há sete dias, a sentir-se miserável e deprimido? Ele vai dizer a toda a gente que está com gripe, mas a verdade não é bem essa.
Quando Katherine Brooks é contratada para trabalhar com Drew no banco de investimento do pai, a sua vida de playboy, habituado a ter tudo o que quer, dá uma volta de 180º. A competição profissional a que ela o sujeita irrita-o, a atração que sente por ela é perturbadora e a sua aparente inabilidade para conquistá-la é exasperante. Seja como for, Drew tem uma única regra inquebrável na sua vida: não se envolver com colegas de trabalho.
Mas será que Drew vai ser capaz de resistir a Kate? E como é que uma única mulher pode transformar o mais sedutor e bem-sucedido dos Don Juans num pobre homem desesperado?


Opinião
Admito que inicialmente este livro não me chamara muito a atenção. Não sei bem porquê, mas simplesmente pensei que seria "mais um" no conjunto de muitos lançamentos que estavam a sair, e dessa forma não tive muita curiosidade em lê-lo. Mas passado algum tempo, comecei a ler inúmeras críticas a este livro, sendo todas elas muito positivas! Haviam inclusive pessoas que o tinham lido em inglês e que não resistiram a ler o segundo livro mal acabaram este, por isso a curiosidade começou a surgir e decidi então a lê-lo.

Drew Evans é um mulherengo. Sabe-o e tem orgulho nisso. Embora trabalhe com avinco durante toda a semana, sábado à noite é o dia de descanso, o dia em que sai para o bar e arranja sempre uma companhia para a noite. Afinal de contas Drew sabe perfeitamente que é um homem bonito, com um corpo que as mulheres adoram e sabe o que dizer quando está com estas. Além disso deixa sempre em claro o que quer, sendo mais fácil assim arranjar companhia feminina. Numa noite no bar encontra uma mulher lindíssima que lhe dá com os pés de uma forma deveras direta. Essa mulher é Katherine Brooks, mais conhecida por Kate.

Kate acaba o seu curso e encontra na empresa do pai de Drew, o lugar perfeito para trabalhar. Tendo conhecido Drew no bar na noite anterior, sabe perfeitamente que o que se diz sobre ele é realidade e decide manter-se minimamente afastada desse homem. Mas quando o chefe da empresa e pai de Drew decide que este é que irá orientar Kate nos primeiros dias pela empresa, uma disputa surge entre os dois. Uma disputa que acaba por os tornar numa dupla de sucesso e algo mais...

Este é sem duvida alguma uma lufada de ar fresco. Adorei o facto de o livro ser do ponto de vista do homem e não da mulher. Um homem que é um verdadeiro mulherengo e do nada vê-se deparado com uma mulher diferente de todas aquelas com quem ele esteve. Uma mulher que tem opinião própria e não tem medo de a dizer. Alguém que apesar de se sentir atraída por Drew está decidida a não ser apenas outra. Adorei ver as mudanças em Drew à medida que se sentia mais e mais apaixonado por Kate. A sua maneira de pensar, de fazer as coisas, tudo muda ao longo do livro à medida que descobre o que sente e que tenta arranjar maneira de compensar todo o mal que fez a Kate.

É um livro pequenino, escrito de uma forma muito própria pela autora, que escreve o que ela acha que é o pensamento dos homens, neste caso, de um homem mulherengo. Devo dizer que me ri imenso com este livro, os pensamentos de Drew são hilariantes e a sua forma de ver o mundo é muito direta e devo dizer deveras perspicaz.

Um livro que aconselho a todos, pois de certeza que vão gostar deste romance tão engraçado e peculiar, todo ele narrado pela voz de um verdadeiro mulherengo.

0 devaneios :