Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Se Eu Fosse Tua" de Meredith Russo

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sábado, 29 de novembro de 2014
Autora: Lisa Kleypas
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 192
Editor: 5 Sentidos
ISBN: 978-989-745-015-0

Sinopse:
Foi mais do que um beijo… foi uma oração de beijos ininterruptos, com as sílabas quentes e doces dos lábios e da língua dele inebriando-a de sensações.
Londres prepara o Natal, e o americano Rafe Bowman aguarda o seu encontro marcado com Natalie Blandford, a muito bela e respeitável filha de Lady e Lord Blandford. O aspeto sedutor e físico impressionante do jovem agradariam certamente à prometida, não fosse a sua reputação de libertino e as suas maneiras americanas.
As quatro amigas encalhadas dedicam-se, então, a ajudar o jovem pretendente, ensinando-lhe as regras da sociedade londrina e empenhando-se na aproximação dos futuros noivos. Contudo, o Natal é a época dos milagres, e o amor - essa emoção tão estranha a Rafe - ameaça brotar das mãos mais inesperadas.
Uma encantadora viagem aos recantos do coração, pela autora bestseller Lisa Kleypas, a rainha do romance erótico.


Opinião:
Adoro esta saga e esta autora e sem dúvida que a saída deste livro trouxe-me sentimentos contrários... Se por um lado queria imenso lê-lo, por outro o facto de ele ter saído em Portugal é a prova que já não irei ler mais nenhum livro desta coleção, o que tenho pena pois ADORAVA as encalhadas!!

O grupo das encalhadas não podia estar mais feliz. Todas são casadas e prestes a ser mães. Os seus maridos são dos homens mais importantes e ricos de Londres, além de as amarem profundamente e fazerem tudo para as esposas serem felizes, sentimento esse que é recíproco. Mas as encalhadas têm um passatempo que por muito que tentem não conseguem deixar para trás. Arranjar casalinhos e fazer com que estes percebam que são perfeitos um para o outro. E a chegada de outro Bowman a Londres é a oportunidade perfeita para continuar esse passatempo.

Rafe Bowman é um americano tal como as suas irmãs e tal como estas se há coisa pela qual é conhecido é por ser desbocado e por não ter conhecimento algum das regras de etiqueta de Londres. É um homem belo mas não do modo aristocrático, sendo possível ver pelo seu corpo que é um homem que luta pelo que quer e que trabalha ao lado dos seus. Mas precisa à mesma do apoio do pai para continuar a expandir o seu negócio e este impõe-lhe uma única condição. Casar com uma dama perfeita da sua escolha. E essa dama é Natalie, um verdadeiro exemplo da sociedade que tem um nome de família que em muito o pode ajudar. O problema? Não é a belíssima Natalie que faz o coração de Rafe pular como se não houvesse amanhã. É a sua dama de companhia Hannah. Uma mulher lindíssima que esconde o corpo dentro de vestidos horrorosos e que por trás da fachada de dama de companhia bem comportada tem uma língua muito afiada e uma inteligência acima da média. Uma mulher que desafia Rafe e que lhe provoca calores e sorrisos que nunca tivera vontade de sentir antes.

Adorei o facto de desta vez o objetivo ter sido arranjar uma mulher para um encalhado e não é contrário, que é o que por norma acontece. Rafe é igualzinho às irmãs, só que do sexo masculino. É linguarudo, adora ironizar as situações de uma forma que parece estar a falar a sério e acima de tudo... adora gozar com Hannah de uma forma que apenas ela compreende. Admito que achei este livro muito mais rápido e menos desenvolvido que os livro das outras encalhadas. Como se a autora apenas o tivesse escrito porque lhe tivessem implorado. Uma história que não era suposto ter sido contada mas que os fãs queriam e a autora não resistiu a alegrá-los.

E a mim alegrou. Apesar de ser mais fraca que as histórias anteriores, continua a ser uma história com personagens divertidos, determinados e que têm sempre algo a barrar-lhes o caminho para a felicidade mas que acabam por conseguir ultrapassar todas as barreiras. É um livro cujas personagens nos deixam um sorriso nos lábios e a relação entre Hannah e Rafe é simplesmente deliciosa, divertida e sempre com uma surpresa escondida.

Um livro que apesar de não se ter desenvolvido tanto como os anteriores continua a ser fantástico para os fãs da série e de todos os livros dentro do género. Recomendo!!

0 devaneios :