Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"A Derradeira Ilusão" de Diane Chamberlain

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

domingo, 21 de fevereiro de 2016
Autora: Tessa Dare
Edição/reimpressão: 2016
Páginas: 304
Editor: TopSeller
ISBN: 9789898831644

Sinopse:
Maddie é bonita e talentosa, pelo que todos esperam que ela se case em breve. Mas Maddie é muito tímida em relação aos homens, além de ter um medo terrível de espaços públicos e multidões.
Para se livrar de ter de ir a festas e ser cortejada, ela inventa um noivo imaginário: um capitão escocês de nome MacKenzie, muito apaixonado e dedicado, a quem escreve cartas onde revela os seus mais íntimos desejos e anseios. Aproveitando as prolongadas ausências do capitão, que vive convenientemente longe por causa da guerra, Maddie vai conseguindo escapar à pressão de se apresentar à sociedade.
Anos depois, porém, o inimaginável acontece: o capitão, produto da sua imaginação, aparece-lhe em carne e osso. Este capitão Logan MacKenzie é um soldado atraente, mas rude e selvagem. E o pior de tudo é que tem na sua posse as cartas de Maddie, aquelas que ela escreveu ao seu noivo fictício, e que contêm segredos inconfessáveis.
Agora, o capitão pretende fazê-la cumprir todas as promessas que ela lhe fez e que nunca esperou ter de concretizar…


Opinião:
Já li livros desta autora e sempre gostei deles. Livros românticos, divertidos e que me prendem do início ao fim. Apesar de o ingrediente principal ser sempre o mesmo, há sempre alguma coisa na premissa da história diferente do normal, sendo um tipo de história que nunca farta. Por isso não resisti a lê-lo mal tive algum tempinho livro.

Maddie já começa a ser uma verdadeira solteirona, mas ninguém a considera tal pois sabem da horrível história de amor pela qual passara. Como perdera o seu grande amor, um escocês romântico e decidido, que estava a servir no exército lutando pelo seu povo, todos perdoavam a sua falta de interesse em casamento. O que não sabem é que esse noivo escocês é invenção de Maddie, a única forma que ela arranjara de ser livre de qualquer homem e de puder viver a sua vida como quer!! O que não esperava era que o marido mistério aparecesse do nada!

Logan MacKenzie estivera ao serviço do exército durante diversos anos. Vira coisas que desejara não ver, conhecera pessoas que desejava não ter conhecido, mas através de todos os horrores apenas uma coisa o permitia continuar a lutar e a sorrir, as cartas que recebia continuamente de uma Maddie, uma rapariga que inventara um marido e cujas cartas para essa falsa personagem chegavam-lhe continuamente à mãos. Quando a guerra termina e sem ideias de para onde levar os companheiros, decide aproveitar a mentira dessa jovem e "regressar a casa" com os seus companheiros, arranjando-lhes assim um tecto onde ficar.

Achei muita graça à premissa deste livro. Uma jovem romântica e que apenas quer paz, sossego e independência, usa a sua (demasiado) fértil imaginação para criar o homem perfeito. O complicado é quando esse suporto homem perfeito (de referir inventado) aparece e é tudo menos o cavalheiro com que Maddie sempre sonhara. Mas o sentimento acaba por ser recíproco, quando Logan descobre em Maddie uma jovem lindíssima e alguém respondão que adora levar a sua avante, alguém totalmente diferente da jovem inocente das cartas que recebia regularmente no exército.

Este livro centra-se, como é esperado, na relação entre Logan e Maddie, mas isso não é a única premissa de toda a história. Os companheiros de Logan são outra parte fulcral de toda a ação, pois são eles que demonstram a verdadeira natureza do líder escocês, a verdadeira razão para se estar a expor a tanto perigo. Uma razão que nos faz suspirar por Logan.

Um livro fantástico para uma leitura relaxada e divertida e adorei-o do início ao fim!

0 devaneios :