Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"A Derradeira Ilusão" de Diane Chamberlain

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

terça-feira, 23 de agosto de 2016
Autora: Johanna Lindsey
ISBN: 9789892330334
Edição ou reimpressão: 03-2015
Editor: Edições Asa
Páginas: 320

Sinopse:
Regina Ashton já recusou tantos pretendentes à sua mão que a alta sociedade londrina a considera uma snobe sem coração. Não podiam estar mais enganados. Órfã desde cedo, Regina é a sobrinha superprotegida de Lord Edward e Lady Charlotte Malory, a quem é muito difícil agradar. Aos olhos dos tios, nenhum dos jovens candidatos é suficientemente bom. Cansada de tão infrutífera busca, a jovem sai de casa numa noite escura, decidida a informá-los de que não pensa casar… nunca! Mas o seu plano coloca-a no sítio errado à hora errada, e é raptada por engano. A sua ira perante a arrogância do raptor, Nicholas Eden, vai inesperadamente dar lugar a sentimentos contraditórios de paixão e vergonha. Aquela noite não mais lhe sairá da cabeça.
O Visconde Nicholas Eden também tinha um plano: dar uma lição à sua amante descontente, raptando-a ao abrigo da noite. Não contava enganar-se na pessoa e arruinar a reputação de uma menina de família. Mas agora, movido pelo desejo mais desenfreado que alguma vez sentiu, é a custo que reconhece que nunca poderá casar com Regina, apesar do escândalo que paira sobre eles.
Implacável, é o destino que os uniu a afastá-los irremediavelmente, ainda que ambos saibam que um amor assim só se vive uma vez…


Opinião:
Fui de férias e uma das únicas coisas que conseguia pensar era... que livro iria ler? Tenho diversos modos nas férias e um dos meus mais "famosos" por casa é dividir as férias entre dormir e ler. Pelo menos durante uma das semanas. E por norma leio sempre livro leves. Foi assim que comecei a ler este. Um romance histórico, que outro livro poderia ser mais leve?

Regina sempre se quis casar. Queria ter um família e alguém que a amasse como se ela fosse a única mulher no mundo. Mas as coisas não são assim tão simples quando se tem um família como a dela. Regina é a filha da única rapariga entre os irmãos Ashton. Rapariga essa que falecera, deixando Regina ao cuidado dos tios loucos e protectores. Tios esses que são conhecidos por toda a sociedade, não fossem uma das famílias mais ricas.

Quando tem como objetivo ir a um dos grandes bailes da temporada e a nova conquista do irmão lhe empresta a sua carruagem, está longe de imaginar que um dos amantes da dona da carruagem a decidisse raptar para lhe pregar uma pequena partida! Partida essa que pode destruir tudo para Regina, especialmente o seu bom nome e a hipótese de arranjar um marido, que já era muito remota devido aos tios.

Um pequeno grande problema que acaba por ser o melhor que poderia acontecer a Regina. Quando se descobre que esta passara a noite com Nicholas, um infame mulherengo, encontra uma porta de escape para a sua dificuldade em encontrar alguém que a família ache adequado para si, cansando assim com Nicholas, mesmo contra a opinião deste.

Que me lembre nunca li nada desta autora e por isso esta foi a minha primeira aventura entre as suas histórias e escrita. A autora tem uma escrita cuidada e fluída, que prende o leitor do início ao fim. Apesar da escrita senti necessidade de aprofundamento de algumas personagens, para melhor compreender as suas ações e reações ao longo de toda a narrativa, pois haviam momentos que eu ficava sem saber se a personagem tinha agido por ser cruel ou devido a problemas do passado, o que me deixava confusa.

Esta confusão vai desaparecendo ao longo da narrativa, em que finalmente temos um pouco de desenvolvimento, mas não como gostaria. A autora centrou-se muito na família e menos no romance, quando eu queria algo mais ao contrário. Claro que compreendo que este é suposto ser o livro introdutório à narrativa e à família de Regina, mas senti falta de ainda mais romance. Mas temos que ser sinceros, a atitude de Nicholas ao longo de todo o livro não dava muito pano para mangas para romance.

Um livro que gostei de ler, mas que poderia ter sido melhor se a autora tivesse apostado mais no romance.

0 devaneios :