Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Se Conhecessem a Minha Irmã..." de Michelle Adams

Passatempo

Passatempo
Até 3 de Setembro

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sábado, 5 de agosto de 2017
Autora: Monica Murphy
ISBN: 9789898086914
Edição ou reimpressão: 09-2015
Editor: TopSeller
Páginas: 256

Sinopse:
Compromisso. É isso que eu quero do Colin. Desde que o meu irmão Danny morreu em combate que ele me tem ajudado imenso. Até me deu emprego no seu restaurante requintado para que eu pudesse deixar de ser uma simples empregada de mesa num clube de strip de quinta categoria. Mas confortá-lo quando ele tem os seus horríveis pesadelos, ainda que me permita estar junto dele na cama, já não me chega. Eu sei que ele se sente culpado pela morte do Danny, por não o ter acompanhado, mas não posso continuar a ter esta vida dupla.
Amo-o desesperadamente, mas ele enfrenta demasiados demónios. E se não se abrir comigo agora, nunca será o companheiro ideal que eu preciso que ele seja. Dei-lhe um mês e agora vou-me embora. Se ele me amar como diz que ama, saberá onde me encontrar.


Opinião:
Adoro os livros desta autora!! Mas já não lia nada dela há algum tempo e foi por isso que iniciei este livro que adorei e devorei do início ao fim. Não posso dizer que tenha sido o melhor de toda a saga mas foi sem dúvida um excelente entretenimento.

Jen é uma rapariga forte e que tenta a todo o custo mostrar-se fria para ultrapassar o dia a dia. A única pessoa que a conhece realmente, além da sua amiga Fable, é o seu chefe e dono do bar onde trabalha, Colin. Colin era o melhor amigo do irmão de Jen e após a morte deste ficara responsável - por promessa - por Jen. O que não esperava era que os seus sentimentos por Jen crescessem como nunca. Sempre que está com ela Colin quer protegê-la, amá-la, consolá-la.

Acabam por ter uma relação estranha, uma relação que não anda nem para a frente nem para trás. Mas enquanto Colin trata Jen como de uma irmã mais nova se tratasse, Jen ajuda-o a passar as horríveis noites em que o passado o assombra e em que ele não consegue fazer nada mais do que tremer e odiar-se a si mesmo. Uma relação estranha que nenhum dos dois compreende.

Tenho a dizer que gostei muito deste livro. Parecia uma verdadeiro jogo do rato e do gato e demorou até que finalmente eles assentassem e compreendessem que o lugar de ambos era um com o outro. Claro que nestes livros sabemos de imediato o final, mas como já disse várias vezes, o que aqui interessa não é o final, é o percurso até ele. E foi esse percurso que me prendeu.

Vemos a evolução de Jen de uma pessoa tímida e com demasiados segredos que a envergonham, e de Colin, um rapaz trabalhador com um peso demasiado grande em cima de si mesmo devido à guerra. Vemos como ambos lutam com os sentimentos trazidos pela morte da mesma pessoa, irmão a um e amigo a outro. Vemos como lidam com essa mágoa, cada um de forma tão distinta e própria.

Uma boa história, um bom casal, que demorou demasiado tempo a compreender os sentimentos mútuos que tinham. Uma boa escrita e uma autora de quem gosto cada vez mais. Recomendo!

0 devaneios :