Quem sou eu?

A minha foto

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Amo-te (quase) para Sempre" de Erin Lyon

Passatempo

Passatempo
Até 14 de abril

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

terça-feira, 22 de agosto de 2017
Autora: Michelle Adams
ISBN: 9789896579142
Edição ou reimpressão: 06-2017
Editor: Editorial Planeta
Páginas: 312

Sinopse:
Duas irmãs, duas vidas separadas.
Uma família marcada por um segredo angustiante.
Durante toda a vida ela pensou que foi dada porque a família não a desejava.
Mas e se a verdade é algo muito pior?
Uma história que revela como os laços e segredos de família podem ser letais. 
Arrepiante e trágica na mesma medida.


Opinião:
Esta capa é tão boa!! Sem dúvida alguma uma capa de thriller psicológico. E uma sinopse que acompanha essa denominação. Um livro para que tinha grandes expectativas e que, apesar de não ter sido tudo o que queria, também não me defraudou totalmente. Esperava algo diferente e havia algo na escrita e desenvolvimento da narrativa que falhava para mim...

Irini tem uma gémea... Uma irmã que mora com a verdadeira família, com o seu pai e mãe, enquanto que Irini foi dada quando era ainda muito pequenina para compreender o que se estava a passar. A irmã de Irina chama-se Elle. É uma rapariga problemática que teve a sorte de ter ficado com os verdadeiros pais, uma família extremamente rica e muito interessante. Sendo muito curiosa, Elle procura a irmã desde cedo e encontra assim a sua irmã gémea, seguindo-a desde então e moldando-a totalmente à sua vontade...

Não vos posso contar muito mais sobre este livro, senão iria desvendar toda a história. Desde logo temos uma narrativa na primeira pessoa, sendo Irini a nossa narradora. Isto fez com que tudo se tornasse ainda mais esquisito, pois estamos de imediato cara a cara com a personagem mais influenciável do mundo. Irini faz tudo o que a irmã lhe manda, sendo a pessoa mais submissa de sempre perante a irmã.

Acabam por se encontrar pois a mãe de ambas morre e Elle acaba por influenciar Irina a ir, havendo o reencontro de família mais esquisito de sempre. Todas as atitudes de Irina são estranhas do início ao fim, mas começamos a compreender lentamente que nem tudo é o que parece e que existem mais segredos do que aqueles que queremos admitir e ninguém os quer descobrir, acreditando fielmente na "mentira" mascarada de verdade. Custa a entrar no livro devido à estranheza da narrativa, mas acaba por se entranhar.

Um livro que gostei, com muito suspense, mistério e muitas surpresas que no final me surpreenderam pela positiva. 

2 devaneios :

Pink Stuff! disse...

A capa já tinha chamado a minha atenção...
Agora a sua opinião deixou-me intrigada!

Vanessa Montês disse...

Tem que ler :D