Quem sou eu?

A minha foto

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Três Coroas Negras" de Kendare Blake

Passatempo

Passatempo
Resultados!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018
Autores: Cara Delevingne e Rowan Coleman
ISBN: 9789897770081
Edição ou reimpressão: 11-2017
Editor: Editorial Planeta
Páginas: 304

Sinopse:
O romance que vai deixar marca!
Romance sobre a amizade e a identidade e o facto de que as aparências podem enganar. Quando olhar para o espelho, o que vê?
Explora o complicado mundo da adolescência: amizade, amor, sexualidade, descoberta da identidade, triunfo, decepção...
Repleta de elementos pouco usuais, que deixarão admirados não só os fãs de Cara Delevingne como os que ainda não conheçam a polémica artista.


Opinião:
Sim, admito, cedi ao marketing deste livro e quis lê-lo por dizer que uma das autoras é a Cara Delevigne. Foi mais forte que eu. Além disso "gostei" do facto de que a Cara Delevigne não usou uma ghost writer (escritora fantasma), mas que ambas têm o nome na capa. Claro que Cara Delevigne tem mais destaque por uma questão de marketing, mas como disse, esse marketing para mim funcionou muito bem.

Naomi é encontrada à beira do rio Tamisa... morta! Habituados a que Naomi desaparecesse só porque sim, a família e amigos não se preocuparam com o que estaria a acontecer, mas quando descobrem que o corpo encontrado é da amiga, aquela que os tinha juntado para formar a sua banda, todos se sentem culpados por não a terem procurado. Começa então uma excursão pela vida da falecida Naomi e de todos aqueles que estavam em seu redor. Um grupo de adolescentes inadaptados, muitos deles com problemas em casa que torna difícil cederem a sua confiança a qualquer pessoa... Um verdadeiro teste à amizade que estes já têm entre si.

Este é sem dúvida um livro virado para um público young adult. Com diversos problemas da adolescência, desde problemas simples como a auto confiança, a problemas mais complicados como o suicídio, é um livro em que senti falta de aprofundamento de algumas personagens, mas ao longo da leitura fui cada vez apercebendo-me mais do público a que se dirigia e fui "desculpando".

Não me liguei a nenhuma personagem em especial, apesar de me lembrar mais de Red, pois é como que a nossa personagem principal. Uma coisa que me custou imenso foi nunca "definirem" Red. Sim, eu sei que estamos numa época em que não devemos colocar rótulos às pessoas, mas inicialmente não nos dizem que Red é homossexual e ao longo da história ora aparece a falarem desta personagem no sentido feminino como no masculino. Para mim admito que me confundiu imenso e não gostei desta indecisão.

O twist final foi esquisito. Um livro que debate tantos assuntos (que deviam ter sido aprofundados), acaba por ter uma reviravolta sobre um dos poucos assuntos que não são falados. Um assunto e uma conclusão que parece "caída do céu" e que me fez pensar que caso tivessem pegado nesse assunto logo de início, acredito que pudessem tornar o livro mais interessante.

Um livro que entretém, mas que tinha potencial para muito mais.

0 devaneios :