Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Se Conhecessem a Minha Irmã..." de Michelle Adams

Passatempo

Passatempo
Até 3 de Setembro

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

terça-feira, 8 de novembro de 2011
Autor: Scott Westerfeld
Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 336
Editor: Vogais
ISBN: 9789896681074


Sinopse:
É o início da I Guerra Mundial, mas num mundo alternativo de que nunca ouviste falar. Os Germânicos lutam com máquinas de ferro a vapor carregadas de armas. Os Britânicos lutam com bestas darwinistas resultantes do cruzamento de vários animais. Alek é um príncipe germânico em fuga. A única máquina de guerra que possui é um Marchador, com uma tripulação que lhe é leal. Deryn é do povo, uma britânica disfarçada de rapaz que se alista para lutar pela sua causa - enquanto tem de proteger o seu segredo a todo o custo. No decorrer da guerra, os caminhos de Alek e Deryn acabam por se cruzar a bordo do Leviatã, uma baleia-dirigível e o animal mais imponente das forças britânicas. São inimigos com tudo a perder, mas na verdade estão destinados a viver juntos uma aventura que vai mudar a vida de ambos para sempre.


Opinião:
Sempre gostei muito dos livros deste autor, sempre tiveram "algo" que me fazia ter vontade de os ler, que me fazia querer ter o próximo livro na secretária para acabar um e começar outro de imediato! Um autor que consegue pôr nas suas histórias problemas reais, sentimentos reais, dilemas reais... Mas tenho que admitir que foi meio a medo que peguei neste livro, afinal de contas todas as opiniões que li diziam a mesma coisa "um livro muito diferente de todos os outros do autor". E sem dúvida esta é uma grande verdade!

1ª Guerra Mundial, o mundo está dividido, todos sobrevivem como podem e fazem o seu máximo para ultrapassarem esta fase sagrenta. De um lado temos Alek, um príncipe que nunca virá a ser rei, um rapaz mimado, convencido e muitíssimo desconfiado que acaba por se revelar um verdadeiro mestre na arte de pilotagem e que embora tenha sido proibido de vir a reinar pois a sua mãe não pertencia à classe alta, acaba por se revelar mais importante do que parecia. De outro lado temos Deryn, uma rapariga que quer entrar na tropa, algo que apenas é permitido aos rapazes e, pondo tudo em risco veste-se de rapaz e leva os seus objectivos para a frente! Determinada e muitíssimo cabeça dura, acaba por revelar mais coragem do que grande parte dos outros soldados e acaba por partilhar, mesmo sem querer, o seu segredo com uma doutora muitíssimo feminista.

Duas pessoas demasiado iguais, mas vindas de mundos totalmente diferentes, cruzam-se e tornam-se grandes amigos e confidentes. Mas num mundo onde a guerra ameaça tudo e todos temos que ter cuidado com as amizades e em quem confiamos, pois nem tudo é o que parece.

Totalmente diferente do género normal do autor. Um autor que passou de fantasia para ficção científica de uma forma rápida e eficaz. Embora no início o livro não me estivesse a puxar totalmente, acabou por me prender e quando cheguei à parte da aventura propriamente dita não consegui largar o livro e li-o de uma rachada! O estilo do livro é muito diferente do normal mas a escrita do autor mantem-se a mesma, muito boa, fluída e simples. Os personagens das suas histórias continuam a prender-nos e a fazer-nos pensar inúmeras vezes "como te compreendo", sentindo-nos na pele das personagens naquele tempo e espaço!

Algo que também tenho a apontar é as imagens que se encontravam ao longo de todo o livro. Gostei da ideia, embora eu por vezes não goste que "eliminem" a figura que eu imagino na minha mente, aqueles desenhos não o fizeram, aliás, fizeram essa figura ganhar mais energia e garra o que adorei!!

Recomendo este livro, embora avise desde já que é um género literário bem diferente do normal do autor.

0 devaneios :