Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"A Química do Amor" de Emily Foster

Passatempo #1

Passatempo #1
Até 24 de dezembro

Passatempo #2

Passatempo #2
Até 27 de dezembro

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sexta-feira, 26 de julho de 2013
Autora: Kristen Painter
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 392
Editor: Edições Asa
ISBN: 9789892323343

Sinopse:
O sangue de Chrysabelle é rico, puro e poderoso… Ela é uma comarré que ousou desafiar o destino. Chrysabelle nunca imaginou que a liberdade teria um preço tão alto. Estranhos acontecimentos afastaram-na de Malkolm, o vampiro renegado a quem prometeu ajudar a quebrar uma maldição. Mas não por muito tempo, pois a atração que os une é mais forte. Para o salvar, Chrysabelle precisa de encontrar a única pessoa que pode ter a resposta: a Aureliana. Nada parece demover a comarré, nem mesmo quando descobre que cumprir a promessa exige um sacrifício de sangue, do seu próprio sangue.
A chegada do enigmático Thomas Creek a Paradise City, também ele atraído pelo poderoso e inebriante sangue da comarré, vai arrastá-la para um perturbante triângulo amoroso. Dividida entre a promessa que fez a Malkolm e que lhe pode custar a vida, e o caminho de luz que Creek lhe tem para oferecer, ela terá de escolher…
Intenso e arrebatador, Sacrifício de Sangue é o segundo volume da série Casa das Comarré, de Kristen Painter, e um best-seller internacional.


Opinião:
Após um começo excelente de uma nova saga, a curiosidade era maior do que esperava. A minha sorte foi a editora estar a apostar a sério nestes livros, o que fez com que mal acabasse de ler um o seguinte já se encontrasse no mercado.

A vida de Chrysabelle está virada de pernas para o ar. Embora tenha acabado por se tornar numa comarré livre, a verdade é que sente que virou as costas à sua raça e não sabe bem o que fazer. Mas não é apenas sobre Chrysabelle que este livro fala. Este livro fala de vingança, esse sentimento cru e cruel, mas também poderoso, que assombra todas as nossas personagens neste livro. A vingança é um motivador poderoso e acaba por motivar várias decisões de Chrysabelle, de Doc e de Malkom.

Doc quer arranjar forma de trazer de novo à vida o seu amor. Um amor que acompanhava Malkom como fantasma mas que acabara por ser assassinada num jogo em que nem sequer devia ter entrado. Malkom quer vingar-se da sua recém descoberta esposa. Uma mulher que ele chorava e julgava morta, mas que acaba por se provar mais que viva. E Chrysabelle quer vingar a morte da sua mãe, a única pessoa que a conhecia realmente, além de que quer descobrir quem é que é na realidade.

É com todos estes fantasmas pessoais que começamos esta leitura. Uma leitura que apesar de eu ter adorado é bem diferente do livro anterior. Enquanto no primeiro volume estávamos perante um novo mundo, novas raças e o desconhecido, neste livro já sabemos quem é quem na pirâmide social, já sabemos quem são os comarré e para que servem, quem são os vampiros poderosos e como temê-los.

Por isso o que acaba por ser aprofundado são as próprias personagens. No livro anterior embora nos ligássemos a estas, muito por culpa da escrita viciante da autora, a verdade é que não as conhecíamos verdadeiramente. Algo que muda neste livro, onde ficamos a descobrir pelo que passaram, além de descobrir mais sobre a sua maneira de pensar e agir, sendo dessa forma um livro que nos dá uma grande caracterização de personagens.

Outra coisa que adorei neste livro foi o romance. Eu sou uma eterna romântica, e adoro triângulos amorosos, embora saiba que muita gente não os suporta. E este ingrediente do triângulo amoroso está presente praticamente em todo o livro, e adorei essa surpresa da autora!

Um livro muito diferente do primeiro, mas que se lê com a mesma velocidade, emoção e paixão. Aconselho!

0 devaneios :