Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"A Química do Amor" de Emily Foster

Passatempo

Passatempo
Resultados!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sexta-feira, 6 de setembro de 2013
Autora: Carolly Erickson
Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 272
Editor: Bertrand Editora
ISBN: 9789722524131

Sinopse:
Filha de uma família nobre e ambiciosa, Jane Seymor é enviada como aia de Catarina de Aragão, a mulher de Henrique VIII. Muito dedicada à rainha, é com tristeza que Jane assiste às manipulações de Ana Bolena para se tornar rainha, que incluem o homicídio de alguém que sabia um segredo seu. Também Jane se torna vítima do ódio de Ana quando esta descobre o interesse do rei pela aia. Como Ana Bolena não lhe consegue dar filhos, o rei pede a Jane que seja a sua próxima rainha. Dividida entre o seu coração e a lealdade ao rei, Jane tem uma difícil escolha a fazer.


Opinião:
Adoro a época Tudor! As histórias que se contam dessa altura, os escândalos, as intrigas, as paixões... Sempre foi uma época da história inglesa que me intrigou, já tendo eu lido inúmeros romances relacionados com essa época, que através de bons romances me dão mais informações sobre essa altura. Uma das personagens menos faladas dessa altura foi a terceira esposa de Henrique VIII, Jane Seymour, e é sobre ela que fala este livro.

Jane Seymour é de uma grande família da nobreza. Uma família determinada a subir no estatuto e que para isso usarão quaisquer trunfos que tenham na manga. Jane, embora seja dessa família ambiciosa, acaba por ser uma pessoa calma, adorada por todos e que pensa sempre primeiro no bem estar daqueles de quem gosta do que nas ambições familiares. Essas ambições e o seu estatuto levam-na a ser uma das damas de companhia da primeira esposa de Henrique VIII, Catarina de Aragão, tornando-se numa das suas favoritas. Alguém em quem a rainha confiava e gostava.

Acompanhando a rainha, Jane viu o seu sofrimento mas também o seu recusar em desistir de tudo enquanto o rei parava de a visitar no quarto indo ter com as amantes. Quando o rei fez tudo o que podia para a afastar para casar com Ana Bolena. Mas Jane assistiu também enquanto o país parava e o rei a olhava com olhar apreciativo, revelado que ela iria sem dúvida alguma ser a sua próxima "vítima"...

Gostei deste livro essencialmente por um motivo. Fala sobre a mulher de Henrique VIII que menos se fala. A que menos escândalos causou. A única a dar um herdeiro masculino ao rei e a morrer devido a isso. Uma personagem que sempre foi descrita como sendo adorada pelo povo pela sua maneira calma de lidar com todos, a sua simpatia constante e amor que demonstrava para com todos. Este livro é outro exemplo dessa descrição, só que nele vimos também como Jane teve que abandonar o seu coração para casar com o rei. Como teve que ir contra tudo o que acreditava, nomeadamente o facto de acreditar que Catarina de Aragão era realmente a esposa do rei.

Um livro com uma escrita envolvente que nos transporta para uma época em que a fortuna era tudo o que interessava, sendo o amor algo deixado para segundo lugar e apenas permitido ao rei. Aconselho.

2 devaneios :

Sofia Araújo disse...

Também sou fã da história de Inglaterra nesse período! E gosto de ler o que posso sobre isso, por isso este livro vai para a lista!

v_crazy_girl disse...

Vais gostar de certeza :D