Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Se Conhecessem a Minha Irmã..." de Michelle Adams

Passatempo

Passatempo
Até 3 de Setembro

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sábado, 21 de setembro de 2013
Autora: Teresa Lopes Vieira
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 304
Editor: Bertrand Editora
ISBN: 9789722526111

Sinopse:
Jesus é um comediante desempregado que procura refúgio na casa do pai morto, em pleno centro de Lisboa. Liberdade, a sua irmã, uma pseudoatriz de novela cuja carreira foi propulsionada por uma participação num reality show. No meio de memórias, certas questões colocam-se: o que acontece quando perdemos tudo? Podemos ser criminosos apenas por acaso? Porque é que os nossos familiares são, por vezes, os nossos piores inimigos? Um enredo de reencontros, fugas e colisões inevitáveis.


Opinião:
Nunca tinha lido nada desta autora portuguesa, mas como ando numa fase de experimentar autores novos e de escapar um pouco aos tipos de livros que costumo ler, acabei assim por experimentar esta autora nacional. Uma autora que acabou por me apresentar uma história de tal forma estranha que tive que, após ler o livro, ficar a pensar bem sobre o que tinha acabado de ler.

Jesus era um comediante muito famosos e popular. Mas a vida é cruel e comediantes mais jovens chegaram, acabando por "destronar" Jesus do seu lugar. Sem nunca ter feito mais com a sua vida a não ser colocar-se atrás de um microfone gozando com o seu dia a dia de forma a que todos achassem piada, Jesus está mais deprimido que nunca. Sem dinheiro, amigos ou forma de sobreviver muito mais tempo como tem sobrevivido, vê na morte do pai uma oportunidade de arranjar um sitio onde viver.

Mas não é o único que vê isso como uma oportunidade. A sua irmã, uma belíssima actriz, muitíssimo conhecida desde que entrara num reality show, também está a precisar de uma pausa. Após ter-se envolvido com um dos grandes das telenovelas televisivas, percebe que a sua carreira está no fim quando decide fugir do relacionamento, indo o namorado atrás dela como um enlouquecido, que afirma estar desesperado por fazer as pazes.

Mas até estando trancado na casa do pai Jesus consegue fazer asneira! Asneira essa que leva a que Liberdade, a sua irmã, tome decisões apressadas e incorrectas, que acabam também por o arrastar para algo muito pior do que a situação em que já se encontrava incluído.

Este é um livro escrito com uma escrita crua, fria e até mesmo filosófica e profunda, uma das melhores escritas que encontrei nos últimos tempos e isso foi algo que me surpreendeu, conseguindo assim envolver-me na história. Agora esta mesma história impressionou-me. Através de um ambiente pesado e negro, onde o arrependimento, a mágoa e a solidão são as palavras chaves, a autora consegue transmitir-nos inúmeros sentimentos, enquanto conta a história de dois irmãos que se adoravam mas que se separaram mas que agora, ligados pelas infelicidades da vida, acabaram por se descobrir mais parecidos do que pensavam.

É um livro cheio de significados, significados esses ocultos através da estranha história que nos é contada pela autora. Devo dizer que houve momentos em que eu olhava para o desenvolvimento da história e pensava "a sério!?", mas esta história tem por detrás todo um significado e é por ele que temos que procurar.

Um livro com uma escrita fantástica e que acredito que marque cada pessoa de uma forma diferente.

0 devaneios :