Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Prometes Amar-me?" de Monica Murphy

Passatempo

Passatempo
Até 23 de Julho

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quinta-feira, 13 de março de 2014
Autora: Megan Maxwell
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 416
Editor: Editorial Planeta
ISBN: 9789896574826

Sinopse:
Pede-me o Que Quiseres, Agora e Sempre é uma intensa história de amor, povoada de fantasias sexuais, tensão e erotismo, onde os protagonistas tratam por tu a paixão.
Após provocar o seu despedimento na empresa Müller, Judith está disposta a afastar-se para sempre de Eric Zimmerman, e decide refugiar-se na casa do pai em Jerez.
Angustiado pela partida de Judith, Eric segue-lhe o rasto. O desejo continua latente entre ambos e as fantasias sexuais estão mais vivas do que nunca, mas desta vez é Judith quem impõe as condições, que ele aceita em nome do amor que professa.
Tudo parece voltar à normalidade, até que um telefonema inesperado os obriga a interromper a reconciliação e deslocarem-se a Munique. Longe do seu ambiente, numa cidade hostil e com o aparecimento do sobrinho de Eric, um contratempo com o qual não contava, a jovem terá de decidir se lhe deve dar uma nova oportunidade ou, pelo contrário, começar um novo futuro sem ele.


Opinião:
Tinha lido o primeiro livro desta saga graças à editora. E como tal estava muitíssimo curiosa pela continuação, pois adorei o final do livro anterior, em que a personagem principal feminina, farta de diversas atitudes do "namorado", decide ir-se embora e desaparecer da vida dele para sempre. Mas nós sabemos que neste género de romances mais tarde ou mais cedo, o casal acaba sempre por voltar a juntar-se e eu queria imenso saber como é que isso aconteceria. E é por isso que comecei a ler esta continuação.

Judith está magoada com o seu grande amor Eric. Decidida a afastar-se de tudo e todos que a fazem lembrar-se dele, Judith afasta-se inclusive da empresa de Eric, onde já estava a trabalhar há algum tempo, tendo de arranjar um emprego para sobreviver, um que sabe que Eric detestaria, como empregada de um bar nocturno. Passado pouco tempo, Judith recomeça a receber chamadas e pequenos presentes de Eric, que está desejoso de a ter de volta e que faz de tudo para mostrar o seu arrependimento. Mas Judith, orgulhosa como é, está decidida a fazer Eric sofrer e desta vez é ela a decidir as regras.

E Judith demonstra esta decisão quando faz imensas cenas despropositadas para irritar Eric. Aliás Judith neste livro tornou-se, a meu ver, como que a má da fita, constantemente a irritar Eric, a fazer coisas idiotas, cenas que apenas adolescentes fariam, de forma a irritar Eric e a demonstrar-lhe que tinha opinião própria (opinião de uma verdadeira criança).

Gostei muito mais deste livro do que o anterior. Para mim o anterior tinha demasiadas cenas de sexo, sexo cru e que para mim não me dizia nada. Neste livro, embora continuem a existir cenas de sexo, estas não são tão comuns, aparecem apenas em alguns momentos chave e embora sejam muitíssimo explícitas, o facto de não serem tão comuns tornam-nas melhores. A autora neste livro decidiu desenvolver mais as personagens principais, um acto por que a louvo. No livro anterior conhecíamos um pouco as personagens, mas não em profundidade, por isso esta adição foi muito boa. Além disso adorei como a maneira de ser quente, teimosa e orgulhosa de Judith se complementava com a forma fria e directa de ser de Eric, acabando desta forma por se demonstrarem duas personagens que se complementam na perfeição e que trazem ao leitor uns excelentes momentos de diversão.

Um boa trilogia dentro do género e que melhorou imenso neste livro. Quem gosta do género, sem dúvida alguma que irá gostar.

0 devaneios :