Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"O Amor que Nos Une" de Megan Maxwell

Passatempo

Passatempo
Resultados!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

segunda-feira, 14 de julho de 2014
Autor: James Patterson
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 384
Editor: TopSeller
ISBN: 9789898626318

Sinopse:
Uma ex-namorada assassinada. Investigações à margem da lei.
A Private é a agência de investigação mais eficiente do mundo, criada para resolver de forma discreta os problemas dos ricos e poderosos. Jack Morgan, antigo fuzileiro naval e agente da CIA, é o seu dono. Os agentes da Private são os mais inteligentes e rápidos, e dispõem das tecnologias mais avançadas.
Desta vez, é o próprio Jack Morgan que se torna o principal suspeito da morte da sua ex-namorada. Ao mesmo tempo que é vigiado pela polícia, a Máfia obriga-o a recuperar 30 milhões de dólares em material farmacêutico roubado, e a bela presidente de uma cadeia de hotéis pede-lhe que investigue uma série de assassínios ocorridos nas suas propriedades.
Numa luta contra o tempo para provar a sua inocência, Jack tem de enfrentar os inimigos mais fortes e inteligentes de sempre. Com mais ação, intriga e surpresas do que nunca, Private: Principal Suspeito é James Patterson ao seu melhor nível.


Opinião:
Já li diversos livro deste autor, mas nunca tinha lido nenhum da saga Private. Como tal cheguei a este livro "caída do céu" sem ter lido o volume anterior e não sabendo bem se tal seria bom ou mau. Apesar disso, como já conheço minimamente a escrita do autor achei que não faria mal começar pelo segundo livro da saga e foi assim que comecei a ler este novo livro de James Patterson.

Jack Morgan é dono da empresa Private, uma empresa privada (como o nome indica) com diversos agentes muito diferentes entre si, mas os melhores nos seus campos. É uma empresa muito requisitada especialmente pelos mais ricos, quando a polícia normal e outras agências do governo não conseguem fazer mais nada. Após uma semana exaustiva, com inúmeras reuniões e encontros, Jack regressa a casa e prepara-se para um longo banho, para relaxar antes de finalmente se deitar na sua cama... Ou isso pensava ele.

Após o longo banho, e ao entrar no quarto, descobre em cima da sua cama uma antiga namorada. Esta estava mergulhada numa poça de sangue, notando-se claramente que tinha sido vítima de homicídio. Ficando temporariamente chocado, contacta inicialmente a sua empresa para o ajudarem a ver a cena do crime, acabando por ligar seguidamente à polícia, que decide de imediato que este é o principal suspeito, algo que testemunhas oculares e provas genéticas comprovam... Jack apenas se consegue lembrar de uma pessoa que o conseguiria tramar daquela maneira, o seu irmão gémeo! Mas como o provar? Como provar que ele é a vítima e não o criminoso?

James Patterson é um autor muito versátil, consegue escrever um pouco de tudo e tem uma grande imaginação, conseguindo sempre colocar algum elemento diferente de livro para livro. A sua escrita já é conhecida por ser rápida, prendendo o leitor do início ao fim, pois cada virar de página tem uma nova descoberta. O grande problema de o autor escrever tantos livros por ano é que alguns acabam por ser mais fracos que outros e tal é facilmente notável, pelo menos para alguém (como é o meu caso) que já leu imensos livros dele. Este é um daqueles livros do autor que se coloca na secção dos melhores. Tem ação, algum romance, aventura e o bom está a ser totalmente tramado, o que prende sempre a atenção do leitor. Não é o melhor que li de James Patterson, mas está muito perto.

A personagem principal, Jack Morgan, está muito bem desenvolvida, o que por vezes não acontece nos livros do autor e foi um pormenor que gostei imenso de acompanhar. Jack é uma personagem com passado e isso é sempre bom de ler e como é natural consegue prender o leitor. A história, como referi, tem uma velocidade elevada e com todos os ingredientes que agradam a amantes de suspense e mistério.

Um livro que se lê muito bem e com que é possível passar um bom bocado.

0 devaneios :