Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Prometes Amar-me?" de Monica Murphy

Passatempo

Passatempo
Até 23 de Julho

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011
Autora: Laura Lee Guhrke
Edição/reimpressão: 2009
Páginas: 320
Editor: Livros d'Hoje
ISBN: 9789722038188
Colecção: Vox Pop

Sinopse:
Toda a mulher tem os seus prazeres proibidos…

Para a delicada e tímida Daphne Wade, o mais apetecível prazer proibido é observar discretamente o seu patrão, o duque de Tremore, enquanto este trabalha numa escavação na sua herdade. Daphne foi contratada para restaurar os tesouros de valor incalculável que Anthony tem estado a desenterrar, mas não é fácil para uma mulher concentrar-se no seu trabalho quando o seu atraente patrão está sempre em tronco nu. Apesar dele não reparar nela, quem a pode censurar por, mesmo assim, se ter apaixonado desesperadamente por ele?
Quando a irmã de Anthony, Viola, decide transformar esta jovem e simples mulher de óculos dourados numa provocante beldade, ele declara a tarefa impossível. Daphne fica arrasada quando sabe… mas está determinada a provar que ele está errado. Agora, uma vigorosa e cativante Daphne sai da sua concha e o feitiço vira-se contra o feiticeiro. Será que Anthony conseguirá perceber que a mulher dos seus sonhos esteve sempre ali?
 
 
Opinião:
Daphne é uma mulher extremamente inteligente e muito reservada. Tendo perdido o pai há pouco tempo, trabalha numa escavação de um Duque, muito poderoso e da mais alta sociedade. O duque de Tremore é um homem que não acredita no amor, pois o exemplo do casamento da sua irmã demonstra que isso nem sempre é bom. Decidido a casar simplesmente porque "é o correcto a fazer", Anthony é muitíssimo belo e um desejo para imensas jovens da terra, não fosse o seu distanciamento.
 
O que os une aos dois? O amor pela arqueologia. O que os acaba por afastar? O facto de Anthony achar que Daphne é uma mulher sem carisma, nada sexual e que embora inteligente, não abrange mais nenhuma área não sendo nada apelativa aos homens. Ao ouvir isto Daphne, que sempre fizera o melhor no seu trabalho, mas calada e com muita timidez, decide ir embora da casa do duque, seguindo a sua nova amiga, a irmã deste, que a iria apresentar à sociedade. É ao passar a ser ela própria, menos reservada e sem se importar se perde ou não o trabalho, que Anthony vê a verdadeira Daphne que mesmo sem o saber acaba por seduzi-lo, virando-se o feitiço contra o feiticeiro!
 
Nunca tinha lido nada desta autora. Tendo ambos os livros dela que sairam em português até agora e querendo imenso ler algo mais romântico, peguei-lhes. E devo dizer que a surpresa foi muito boa! Daphne é uma mulher muito forte. Embora no início do livro não gostasse tanto dela, quando ela finalmente revela o seu verdadeiro carácter é impossível não gostar dela, acabando por se tornar uma personagem muito rica e com uma língua muito afiada, embora continue com traços da sua antiga timidez. Anthony não me despertou assim tanto a atenção como ela, mas mais para o fim quando embora saiba que as suas acções vão estar na boca do mundo - sendo esta uma das razões para ele ser tão reservado -, faz de tudo para fazer com que Daphne perceba como gosta dela através de pequenas mensagens românticas e sentidas.
 
Um livro que me fez querer seguir esta autora mais de perto!!

0 devaneios :