Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Se Conhecessem a Minha Irmã..." de Michelle Adams

Passatempo

Passatempo
Até 3 de Setembro

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012
Autor: Scott Westerfeld
Editora: Vogais
ISBN: 9789896680152
Nº Pág.: 328

Sinopse:
Após a era dos Perfeitos, abre-se caminho a um novo mundo, embora não seja necessariamente um mundo melhor. Alguns anos depois de Tally Youngblood ter derrubado o regime, o mundo encontra-se num absoluto renascimento cultural, sem hierarquias nem regras definidas... em que a popularidade dita as regras. Ser famoso implica ter a casa mais sofisticada, a roupa mais luxuosa e inclusive os melhores amigos. Pelo contrário, ser um completo desconhecido faz de ti um alguém invisível, uma pessoa irrelevante, torna-te num excecional.


Opinião:
Já se passaram alguns anos desde que a especial Tally Youngblood deu origem a uma revolução no regime quando conseguiu alterar o seu programa e ganhar vontade própria. Tornando-se uma verdadeira lenda, Tally e os seus companheiros que a ajudaram na revolta parece que desapareceram da face da Terra e nunca mais se soube nada deles.

Mas este livro não se centra em Tally, mas sim em Aya Fuse, uma rapariga japonesa que é uma excepcional, ou seja uma rapariga que não é popular. O mundo mudou e agora as coisas não "caiem do céu" como na altura dos perfeitos, mas para se ter o que se quer as pessoas têm que obter créditos. Estes créditos são obtidos de duas formas, ou através da popularidade (pessoas muito populares têm milhares de créditos, podendo ter tudo o que querem), ou através do trabalho (ir à escola, fazer boas acções e afins), sendo esses créditos como que dinheiro.

Aya é uma excepcional, mas quer mudar isso rapidamente. E quer mudar isso através de uma grande história que anda a investigar que fica cada vez mais perigosa à medida que se vai aproximando! Tornando-se popular Aya fica finalmente feliz, e após a própria ajuda de outro populares que falam dela num sistema, que faz lembrar o twitter que conhecemos, a sua popularidade aumenta sem limites. Mas aumenta demasiado para o que ela estava à espera... porque Tally Youngblood também a contactou...

Este é um livro que praticamente diz: por muito que se tende mudar a natureza humana, esta é e sempre será a mesma. Podemos ter guerras de forma a tornar o mundo num lugar melhor, mas ocorre sempre algo que faz com que o mundo volte ao que estava e outra guerra ocorre. Podemos tentar fazer com que as pessoas não queiram ser superiores que as outras e que a sua beleza as leve a superar no mundo, mas como este livro mostra mesmo após a revolução o sistema monetário continuou a relacionar-se com beleza e popularidade.

Um livro que à semelhança dos três livros anteriores da tetralogia mostra a verdadeira natureza humana, uma natureza em que por muito que tentemos pensar que apenas o interior interessa, acabamos sempre por ligar importância também ao exterior e à popularidade, mesmo que esta não seja merecida ou a seja mas por motivos fúteis.

Um bom final para esta fantástica tetralogia de Scott Westerfeld que nos mostra outra faceta da raça humana que tentamos não pensar. Recomendado!

0 devaneios :