Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Desejo Concedido" de Megan Maxwell

Passatempo

Passatempo
Até 3 de Setembro

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

terça-feira, 14 de agosto de 2012
Autor: Carlos Ruiz Zafón
Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 208
Editor: Editorial Planeta
ISBN: 9789896572198

Sinopse:
O primeiro livro da trilogia Nebilna.
Um diabólico príncipe que tem a capacidade de conceder e realizar qualquer desejo... a um preço muito elevado. 
O novo lar dos Carver, numa remota aldeia da costa sul inglesa, está rodeado de mistério. Respira-se e sente-se a presença do espírito de Jacob, o filho dos antigos donos, que morreu afogado.
As estranhas circunstâncias dessa morte só se começam a perceber à medida que os jovens Max, a irmã Alicia e o amigo Roland vão descobrindo factos muito perturbadores sobre uma misteriosa personagem de seu nome… o Príncipe da Neblina.


Opinião:
Eu gosto imenso deste autor. Tem uma forma de escrever única e consegue escrever fantasia de uma forma demasiado real e que nos faz acreditar que tal pode mesmo acontecer, que tal existe. Foi assim, já sabendo que de certeza que ia gostar deste livro, que o comecei a ler.

A família Carver muda de casa para uma zona muitíssimo calma à beira mar. Num dos primeiros dias, Max Carver conhece Roland, um rapaz mais velho muitíssimo simpático, curioso e interessante. De imediato ficam amigos e Roland mostra a Carver os seus lugares favoritos e o seu passatempo favorito, o mergulho! Embora Max e a sua irmã, Alicia, não saibam nadar muito bem, depressa o entusiasmo de Roland os faz ganhar uma nova perspectiva, e o mergulho começa a ser algo que decidem fazer praticamente todos os dias. Mas acontece que nem tudo é assim tão perfeito e quando Max começa a ver uma estranha neblina com aspecto humano e um símbolo estranho não lhe sai da cabeça, decide averiguar o que se passou naquela pequena aldeia e o que acaba por descobrir não é nem perto do que ele pensara que podia ser a razão de tão estranhas visões!

Este é um livro pequenino que se lê em pouquíssimas horas, não fossem as 200 páginas escritas em letras bem grandinhas e cuja escrita ser a que Zafón já nos habituou. De fácil leitura, que nos absorve do início ao fim, temos uma história que envolvente, cujas personagens surpreendem-nos do início ao fim. Este fim foi maravilhoso e com reviravoltas inesperadas! O fim deixa-nos imaginar o que irá acontecer a Max, a personagem principal, como irá ser o seu futuro. Eu gostei muito deste livro e estou muito curiosa pelos restantes livros desta trilogia!

6 devaneios :

Maria João disse...

Só para apoiar o que foi dito. Já li este e tal como dos outros do mesmo autor, gostei. Agora quero ler o Prisioneiro do Céu. Interessa-me continuar com Daniel Sempere que conheci na Sombra do Vento.

v_crazy_girl disse...

Também ando de olho no Prisioneiro do Céu :D
Adoro a escrita do autor :D

Liliana Lavado disse...

Boas notícias se gostastes… eu também sou uma fã de Zafón. (Embora tenha uns problemas com "O Jogo do Anjo" mas enfim…)
Quando estive de férias em Barcelona este Verão andava sempre a olhar a cidade e a lembrar-me dos livros dele :)

v_crazy_girl disse...

As descrições do livro são mesmo vívidas :D
Deve dar mesmo para imaginar as histórias dele a acontecerem na cidade!

Ana disse...

Adoro-o.... este de qe falas nunca me cativou por ter só 200 paginas, mas vou ler!!
Eu também tenho um problema com "o jogo do anjo" gostei de mais dele.... para mim, simplesmente brilhante!!
Parabens... vou-te seguir!! :)

v_crazy_girl disse...

Eu gostei muito :)

Sim... O jogo do anjo é o jogo do anjo. É daqueles livros que simplesmente adoramos e embora este não esteja ao nível desse, não deixa de ser um bom livrinho :D

Obrigada!

Bjs*