Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Se Eu Fosse Tua" de Meredith Russo

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sábado, 28 de dezembro de 2013
Autora: Jennifer Haymore
Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 340
Editor: Editorial Planeta
ISBN: 9789896572662

Sinopse:
A última coisa que Garrett, duque de Calton, espera encontrar enquanto persegue o seu inimigo figadal é a deliciosa e enigmática Kate. Esta bela e jovem bem-nascida desperta no antigo soldado marcado pela guerra um desejo que não esperava voltar a sentir. 
Mas quando Garrett sabe que é irmã do homem que procura, convence-se de que foi traído. 
Kate sabe quais são os seus deveres para com a família, mas como pode ignorar o forte chamamento do seu coração? Ou a tentação inebriante dos beijos roubados, e escaldantes, de Garrett? Desde a guerra que o escândalo persegue o duque. Agora, o maior choque vem a caminho, o único que poderá separar Garrett e Kate para sempre.


Opinião:
Após ler o primeiro livro desta coleção devo dizer que fiquei curiosa com o que iria acontecer a Garrett e por causa disso a primeira coisa que fiz foi ler a sinopse deste livro, que servia de seguimento à história. Quando vi que este livro era sobre Garrett pensei de imediato "quero ver como é que ele se vai safar agora".

Garrett esteve sete anos desaparecido depois da batalha de Waterloo. Uma batalha onde fora atacado e perdera a memória, demorando esses sete anos e relembrar-se de alguma coisa que o remete-se ao seu passado. O pior nem foi demorar esses anos, foi descobrir o porquê de ter demorado esses anos, tudo devido ao seu suposto amigo que agora tem a sua irmã, tendo esta casado com ele, enganada pelas suas supostas boas intenções.

Enquanto procura este homem, Garrett conhece Kate. Uma mulher que não sabe quem ele é, que o trata como um homem normal e não como o lorde louco que voltara a casa passado sete anos. Uma mulher que gosta dele de imediato, sendo que a atração é mútua, ficando Garrett a pensar fixamente na beldade misteriosa que conhecera na floresta.

Mas tudo muda quando ele descobre que essa beldade é irmã do homem que enganara a irmã de Garrett. Cegado pela fúria, culpa-a pela sua captura, julgando que Kate apenas o estava a enganar, sabendo anteriormente da sua identidade. Mas a realidade é outra e Kate faz tudo o que pode para descobrir quem é o verdadeiro culpado, o seu irmão ou o belo Garrett, por quem se acabara de apaixonar.

Gostei muito mais deste livro do que o anterior. No anterior a personagem feminino confundiu-me imenso e achei que Garrett era um verdadeiro brutamontes. Já neste livro adorei a personagem feminina, forte, decidida e sabia de quem gostava, não andando indecisa até ao final, ao contrário da personagem feminina do primeiro livro. Relativamente a Garrett, finalmente vemos o seu romântico, preocupado e fraternal, algo que gostei de ver por trás daquelas máscara de indiferença.

Toda a história melhorou, a autora não deu tantas voltas para a mesma conclusão e gostei muito mais das personagens. Sem dúvida uma melhoria da saga e um livro que recomendo!

0 devaneios :