Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Se Eu Fosse Tua" de Meredith Russo

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

domingo, 9 de fevereiro de 2014
Autora: Sylvain Reynard
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 480
Editor: Edições Chá das Cinco
ISBN: 9789897100802

Sinopse:
O professor Gabriel Emerson abandonou o seu cargo na Universidade de Toronto e está prestes a iniciar uma nova vida com a sua amada Julianne. Está confiante de que ambos poderão enfrentar qualquer desafio. E está desejoso de se tornar pai. Mas a licenciatura de Julianne ameaça os planos de Gabriel que a vê subjugada pelas pressões de estudante.
Quando é concedida a Julianne a honra de fazer uma apresentação académica em Oxford, começam a formar-se nuvens negras sobre o casal. E em Oxford, um velho inimigo está disposto a tudo para humilhar Julia e expor um dos segredos mais negros de Gabriel. Numa tentativa de confrontar os seus últimos demónios, Gabriel procura descobrir mais sobre as suas origens, iniciando uma série de eventos que terão um enorme impacto em si, em Julianne e na sua esperança de formar uma família. Conseguirá ele redimir-se do passado e obter a paz e felicidade que tanto deseja?


Opinião:
Esta é uma trilogia que no primeiro livro parecia demasiado parecida com tantas outras. Pessoas com problemas passados, problemas esses que se revelam na sua sexualidade e que acabam de uma estranha forma por se atrair e por se envolverem em sexo escaldante sem preconceitos. Uma premissa que estava presente no primeiro livro, mas que acabou por melhorar no segundo, sendo que esse era um livro que ligava muito mais aos sentimentos das personagens e não apenas às suas aventuras escaldantes, acabando por o livro se tornar mais um romance normal do que um romance erótico. Este terceiro livro acabou por se revelar muito parecido com o segundo, ou seja, foi mais um romance normal do que um erótico, algo que gostei.

Gabriel e Julianne finalmente estão juntos. Casados, têm uma vida como casal que muitos apenas sonham, mesmo estando Julianne constantemente preocupada com o seu doutoramento e Gabriel estando constantemente a tentar acalmá-la. Preocupação essa pelo doutoramento e pelas escolhas da vida como casal de ambos que é o centro do livro. Gabriel quer ter filhos, Julianne não o quer magoar mas por enquanto não os quer pois primeiro tem como objectivo terminar o doutoramento. Preocupada com como Gabriel se poderá sentir confrontado com a sua recusa, Julianna ainda tem que enfrentar uma apresentação do seu projecto de doutoramento como palestrante em frente a dezenas de famosos académicos, enquanto ouve as mentiras venenosas de Christa.

Muito sinceramente? É um livro de simples leitura, fluído, dramático e por vezes até divertido, mas achei que foi um livro em que metade da história era apenas palha. Não pensem que é um mau livro, porque não é, mas a autora consegue durante umas 100 páginas ou mais falar constantemente do mesmo assunto, um assunto que nem 50 páginas seriam necessárias para o descrever. Além disso, quando pensamos que já está resolvido um determinado assunto, do nada, este é de novo falado e arranjam novos problemas para o complicar.

Acho que as melhores partes do livro foram as referentes às "vinganças". O que aconteceu a Christa foi um bom final, uma forma de karma interessante e muito reveladora do seu verdadeiro carácter. Já relativamente ao verdadeiro final do ex-namorado de Julianne, achei que haviam umas quantas pontas soltas. Era um final que estava a correr bem e do nada deu uma reviravolta que o deixou demasiado em aberto e gostaria de ter sabido mais sobre o que tinha acontecido a esta personagem.

Já os acontecimentos entre Gabriel e Julianne, não valia a pena este livro. A saga devia ter sido uma duologia e não trilogia. O livro anterior acaba de uma forma querida, sem pontas soltas e achei que era o final perfeito, não era necessário este livro, em que mais de metade do conteúdo, como já referi, é palha.

Apesar disso, não deixa de ser uma má leitura, apenas uma leitura que não adiciona nada à história.

1 devaneios :

Helena Duque disse...

Pelo que percebi, é uma daquelas coleções que, como dá dinheiro, deixa-me cá esticar um bocadinho a história. Estou curiosa em relação a esta trilogia mas não a lerei por agora.

Beijinhos xx
www.helenaduque.com