Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"O Código da Morte" de Lindsay Cummings

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

terça-feira, 24 de junho de 2014
Autora: Danielle Trussoni
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 320
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722351027

Sinopse:
Angelópolis é a sequela de Angelologia, um sucesso à escala global e também um bestseller do New York Times. Voltamos a entrar num mundo onde se cruzam história, mitologia e os universos bíblico e fantástico. A batalha entre os humanos e os Nefilins atinge proporções aterradoras. Verlaine é agora um caçador de anjos de elite que se empenha a fundo em capturá-los e eliminá-los. E quando Evangeline, a mulher que ama, é raptada diante dos seus olhos por uma das criaturas mais procuradas pela Sociedade, tem início uma perseguição que leva Verlaine até aos palácios de São Petersburgo, à Sibéria e às costas do Mar Negro, onde o aguardam a verdade sobre as origens de Evangeline e forças terríficas, capazes de ameaçar o futuro de toda a humanidade.


Opinião:
Lembro-me que na altura em que saiu o primeiro livro desta saga, as críticas foram muito variadas. Desde pessoas que tinham adorado e delirado com este novo mundo fantástico da autora, a pessoas que haviam odiado e que não compreendiam todo o rebuliço em torno desta nova autora. Eu na altura fui das poucas que adorou o primeiro livro e queria imenso ler a sua continuação, que entretanto graças a um empréstimo consegui ler.

Já se passaram 10 anos desde que Evangeline descobriu a sua natureza fantástica e mágica. Uma natureza de tal forma pura e estranha que todos a queriam capturar para descobrir de onde vinha a sua essência forte e bela. Dez anos desde que começamos a ler sobre a química entre Evangeline e Verlaine, na altura um simples rapaz que se apaixonara pela rapariga errada. Agora, passado uma década, Verlaine é um dos melhores caçadores de seres sobrenaturais, tendo um talento especial para detetar os seus poderes e ver as suas belas asas. Apesar de caçar estas criaturas, nunca esquecera uma que significara mais para ele do que quer admitir. Evangeline, a bela rapariga comum que acabara por se provar mais que isso.

Apanhado no meio de um novo começo apocalíptico, Verlaine percebe que a atividade dos Nefilins anda muito superior nos últimos tempos, além de extremamente estranha. Estas criaturas andam a colocar-se mais em risco e atrás de um bem antigo da dinastia Romanov. Uns ovos da cultura Romanov muito conhecidos ainda nos dias de hoje e cujo design continua a ser imitado por inúmeras pessoas, os ovos Fabergé. E estes ovos estão por trás de todas as razões para os nefilins lutaram com tanto fervor e amor... Mas que razão é essa?

Tal como referido eu gostei imenso do primeiro livro desta saga, mas gostei ainda mais deste. Este é um livro mais pequeno e a autora já não se perde tanto na descrição de pormenores inúteis que acabam por chatear o leitor e por o enfadar da leitura que tem entre mãos. Além disso é um livro com muito mais ação, em que as palavras começam a ter menos importância que as ações e são a partir destas que começamos por saber mais sobre a natureza humana. Lemos como esta reage em tempos de desespero, onde o amor e o ódio estão de maus dadas, em conjunto com a ambição e o poder a que até os nefilins, seres tão poderosos e luminosos, não resistem.

Apesar da autora ter descrito imenso as diversas ações no seu primeiro livro, descrevendo inclusive os pormenores, este acabam por ainda falhar em algumas partes, mas tenho esperanças que estes sejam esclarecidos no próximo livro.

Um livro onde se nota uma grande melhoria da autora, que não se centra apenas numa personagem, decidindo explorar a natureza humana e nefilim, utilizando para isso muitos motivos culturais, essencialmente da época dos Romanov. Um livro que gostei e garanto que quem gostou do primeiro vais adorar este!

0 devaneios :