Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Se Eu Fosse Tua" de Meredith Russo

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

terça-feira, 22 de julho de 2014
Autora: Sadie Matthews
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 280
Editor: 5 Sentidos
ISBN: 978-972-0-04630-7

Sinopse:
A paixão de Beth por Dominic mudou-a para sempre. A total confiança que deposita nele fê-la entregar-se de corpo e alma nas suas mãos, participando em jogos e realizando-lhe todas as fantasias. Era perfeito: ambos tinham um amor eterno… mas Dominic perdeu o controlo.
Angustiado pelos acontecimentos, Dominic trava uma luta interior e decide que não poderá permitir que aquilo aconteça novamente. Sobretudo porque agora já não é só Dominic que anseia pelo jogo delicado e sedutor de dar e receber, de arriscar pisar a linha ténue que separa a dor do prazer…
Persuadir Dominic a abandonar essa parte secreta de si mesmo será o maior risco que Beth poderá assumir, mas ela já não consegue resistir. E agora há Andrei Dubrovski: um homem rico e poderosíssimo, que invade a vida de Beth da maneira que ela menos esperaria. Será o amor de Dominic e Beth suficientemente forte para resistir?


Opinião:
Para intercalar com livros mais sérios decidi agarrar num romance erótico e o que eu tinha no momento na minha mesa de cabeceira era este livro da autora Sadie Matthews. Uma trilogia de que apenas tinha lido o primeiro livro e que tinha gostado mas do que tinha lido das críticas, o primeiro livro era o pior da trilogia, o que me aumentara em muito a curiosidade para o que iria acontecer.

Beth mudara muito quando conhecera Dominic. Mais solta, livre e confiante em si mesma, Beth tinha sofrido nas mãos daquele que achara ser o seu verdadeiro amor. Após Dominic perder totalmente o controlo e não ter ouvido a palavra de segurança de Beth, a sua relação acabara por regredir imensamente, e agora todos os segundos são importantes para recuperar o tempo perdido. Mas Beth já não ouve falar de Dominc há semanas e fica preocupada com o facto de embora terem ultrapassado esse problema, algo continue a separá-los. Desesperada por saber algo sobre a pessoa que ama mais do que tudo no mundo, Beth acaba por aceitar um trabalho para Andrei Dubrovki, o chefe de Dominic e um dos grandes clientes da empresa para que Beth trabalha.

Tentando disfarçar o seu interesse como algo meramente profissional, a verdade é que ao rever Dominic Beth fica feliz como não ficava há semanas, sendo algo que desperta a atenção em Andrei, que num momento vê uma mulher apagada e como muitas outras e repentinamente descobre alguém sensual e com um sorriso sempre pronto nos lábios. Este assim decide que tem a todo o custo de ficar com esta mulher que descobre que tem uma sensualidade inerente que muito lhe agrada, pedindo ao chefe desta que a dispensasse a fim de o ajudar diretamente. Mas as coisas não ficam fáceis para Beth quando numa festa a que vai com Andrei e Dominic, perde totalmente os sentidos e não se recorda com quem tivera sexo, apontando todas as pistas para Andrei...

Sem dúvida alguma que este livro foi bem melhor que o primeiro. Para começar as personagens são muito mais aprofundadas e acabamos por conhecê-las melhor e criar mais laços com elas. De seguida não é apenas o facto de as personagens serem mais aprofundadas, mas de estas serem mais maduras e adultas, tendo mais noção de como deverão agir ou pensar, não fazendo e dizendo as coisas "da boca para fora". Esse foi o grande aspeto de diferença entre este livro e o seu precedente, um ponto muito positivo para a autora. A personagem de Beth, como referido, está mais adulta, mas isso não a impede de ser a personagem mais indecisa de todo o livro. Não sabe bem o que dizer, fazer e pensar, sendo que a sua indecisão por vezes a torna um pouco irritante, mas do que tenho lido destes livros, é sempre suposto haver uma personagem feminina indecisa e que não sabe bem o que pensar da vida. Este é o retrato dela, embora esteja um pouco melhor neste livro do que no anterior.

As cenas de sexo continuam a aparecer do nada e por vezes são despropositadas, mas não me posso esquecer que estamos a falar de um romance erótico, sendo normal tal acontecer. Apesar disso neste livro estas não são em demasia sendo o meu grande problema a linguagem por vezes utilizada. Nada contra falar durante o sexo, mas há certas palavras cruas e mesmo porcas, que não gosto de forma alguma.

Adorei Andrei! Foi sem dúvida alguma uma personagem que me surpreendeu e uma mais valia para o livro. Tal como Beth se apercebe, este não é o sedutor comum, não sendo alguém com uma grande beleza inerente mas sim alguém habituado a que cumpram todos os seus caprichos e que sabe falar bem, sendo esta fala e o poder que emana dele que encanta o sexo feminino, fazendo com que este acabe por cair aos seus pés, mais tarde ou mais cedo.

Apesar dos contras, os prós acabam por ser superiores, sendo uma trilogia cujo segundo livro é muito melhor que o primeiro e espero que essa tendência continue!

0 devaneios :