Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Se Conhecessem a Minha Irmã..." de Michelle Adams

Passatempo

Passatempo
Até 3 de Setembro

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sexta-feira, 22 de agosto de 2014
Autora: Joanna Rees
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 512
Editor: Edições Asa
ISBN: 9789892323084

Sinopse:
Thea e Romy são duas lindas bebés cujo futuro é ditado por uma moeda atirada ao ar. Separadas e vendidas na calada da noite, os seus destinos não podiam ser mais diferentes. Thea é enviada para os Estados Unidos, onde a espera uma vida de privilégio e luxo. Romy é internada num violento e degradado orfanato na Alemanha de Leste. Embora vivam em continentes diferentes, os seus caminhos vão cruzar-se ao longo dos anos, sem que nenhuma conheça a identidade da outra. Mas os seus mundos acabarão por colidir um dia. Face a uma tragédia iminente, com tudo o que lhes é mais querido em jogo, elas têm apenas duas opções: destruírem-se mutuamente ou unirem-se, arriscando as próprias vidas, para descobrir a chocante verdade sobre o seu passado.
Das vielas decadentes de Londres aos arranha-céus de Nova Iorque, das montanhas geladas da Europa de Leste às exuberantes praias das Caraíbas, duas mulheres unidas pelo poder invisível dos laços de sangue constroem as suas vidas numa luta permanente contra a arbitrariedade do acaso.


Opinião:
Admito... Não dava nada por este livro. A razão é muito simples, não gostei muito da capa. Sei que é a capa original, mas esta em conjunto com o título, remetia-me para algo mais no campo do romance. Aquele género de romances em que temos a rapariga convencida e a forte e determinada. O título não me ajudou muito, remetendo-me para o conto "O Príncipe e o Pobre". Mas enganei-me redondamente e este foi um livro que me prendeu do início ao fim e que adorei!

Thea tem tudo o que todas as crianças quereriam. Uma família rica que lhe consegue proporcionar tudo o que ela quer e que a adora. Adora andar a cavalo e essa paixão é alimentada diariamente, provando que pode ser um talento nato que cresce na família, não fosse a sua mãe muitíssimo conhecida pelo seu talento com tais animais. Mas a sua vida perfeita está prestes a terminar quando a doença terminal da mãe a acaba por matar, levando o pai a procurar abrigo noutra mulher. Uma mulher que se finge querida e perfeita mas que acaba por ser uma falsa, afastado Thea do pai. A verdadeira razão para o afastamento não é apenas esta nova mulher, mas o filho desta. Um rapaz que adora rapariguinhas e que por muitos avisos que a mãe lhe faça, vê em Thea uma nova diversão. Tudo junto, Thea quer sair de casa brevemente, acabando por entrar num colégio interno e por se tornar numa mulher muito independente, inteligente, determinada e decidida a vingar-se do seu "irmão" da forma mais limpa possível.

Romy não tivera a mesma sorte de Thea. Tendo sido levada para um orfanato em criança, este não era um lugar normal. Era um local governado por um homem cruel que via nas crianças que ali viviam o seu sustento para a vida. Os rapazes tornavam-se em homens cruéis e que viam o sexo contrário como objectos, as raparigas tornavam-se viciadas nestes homens sendo a necessidade e o medo os grande motores para tal vício. Mal chegavam à adolescência, ou por vezes mesmo antes desta, as rapariguinhas do orfanato eram utilizadas para satisfação do pessoal que lá trabalhava e para ganhar dinheiro, e sendo Romy tão determinada quanto era, queria fugir, antes que fosse tarde de mais. A sua vida acaba por ser muito difícil, mas a sorte bate-lhe diversas vezes à porta, conhecendo pessoas que são muitíssimo bondosas para com ela e que a ajudam a sobreviver. A juntar a isso, a sua beleza calma e inebriante, leva-a a tornar-se uma grande e rica modelo, mudando a sua vida para todo o sempre.

Adorei este livro e admito que não estava nada à espera. Quando este livro saiu não me lembro de ler muitas críticas sobre ele e visto que quando as capas não me chamam a atenção não costumo pegar nos livros (sim, sou daquelas pessoas que julga um livro pela capa) ele acabou por ficar esquecido, mesmo depois de ter comprado o ebook. Acabei por lhe pegar simplesmente porque queria um romance e este era um dos que tinha selecionado para ler nas férias. Dessa forma comecei a ler o livro e prendeu-me logo desde o início. Embora, especialmente a história de Thea, pareça algo já conhecido, é o desenvolvimento que nos prende e que é muitíssimo bem construído por parte da autora. Ambas as personagens são fortes e determinadas, tendo ambas passado por muito. Especialmente Romy, a órfã que tivera o azar de ir para o orfanato. Esta acaba por ser alguém que cresce muitíssimo depressa e no início era a sua história que eu queria a todo o custo saber. Já mais no final do livro o protagonismo vai para Thea, que embora nascendo num ambiente rico acabara por ter muito azar na vida ao contrário da sua irmã Romy. Sim, porque as personagens são irmãs separadas à nascença, mas que sem saberem acabam por se cruzar inúmeras vezes, como se o destino as estivesse a tentar juntar a todo o custo.

A única coisa que tive pena foi a falta de desenvolvimento sobre quem era a família verdadeira das duas irmãs. Elas encontram-se de forma muito repentina e a descoberta de quem é a sua verdadeira família, embora chocante e forte, acaba por ter um pouco falta de sentimento. Mas no meio de toda a narrativa este erro é, se tanto, um por cento da história, sendo que a restante narração está muito bem feita, intercalando entre o ponto de vista de Romy e Thea, o que acaba por nos prender mais às suas vidas e às suas decisões.

Sem dúvida um livro que me surpreendeu imenso e que recomendo sem reservas. Com as quantidades certas de romance, aventura, mistério e com umas personagens que irão prender qualquer leitor.

1 devaneios :

Sofia Oliveira disse...

Olá. Sou seguidora do teu blog, gostava que visitasses o meu blog e também te tornasses minha seguidora. Obrigada ;) http://janeladasofia.blogspot.pt/